Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

domingo, 18 de janeiro de 2015

Rui Costa cortará 264 milhões da educação

                                                           Landisvalth Lima
Rui Costa e a educação: melhoras?
Eu já estava me convencendo que o atual governador daria uma nova cara à estrutura educacional da Bahia. Acabou com as DIREC’s e criou as NRE’s. Nosso Núcleo Regional de Educação de Ribeira do Pombal tem um número maior de municípios, mas duvido que seja mais eficiente que a antiga DIREC, se continuar com os mesmos dirigentes. Mas fiquei deveras feliz ao saber que o governador Rui Costa estava visitando escolas em toda Bahia. A mídia boa praça ao governo diz que ele colocou como principal meta melhorar a educação pública. Como as visitas já começaram, fiquei achando que era verdade. “Hoje tenho apenas uma pedra em meu peito/Exijo respeito/Não sou mais um sonhador”, uso aqui o talentoso petista Chico Buarque.
É bom que saibam que algumas conquistas dos professores foram esquecidas. Quando ocorrerão as eleições para diretores escolares? Até agora não houve nenhuma mobilização para concretizar o aumento de 12% nos vencimentos dos professores, imposto pela Lei do Piso. Não quero também aqui dizer que eleição de diretor vá melhorar nada. O problema não é esse. As eleições foram colocadas como uma espécie de faz-de-conta, engana povo. Sei também que o aumento de salário é para estimular os profissionais, mas no sistema em que estamos será impossível melhorar nossa educação. Para nossa desgraça, nem mesmo o secretário foi mudado. E para mostrar quão equivocado ele está, deu entrevista dizendo que os prefeitos não poderão pagar o novo Piso. Grande contribuição!
Mas, não estaria o governador falando a verdade quando diz que a educação é sua prioridade? Não duvido. Se pensarmos nos 115 dias de greves, não é de se imaginar que Jaques Wagner teve sua popularidade em baixa quando peitou os professores e a polícia. Rui Costa quer passar a imagem para se armar quando os problemas vieram. Ele ganhou as eleições, mas não é popular. Os programas sociais do governo federal o elegeram. Entre os professores e policias ele é minoria. O tripé que sustenta qualquer governo é educação, saúde e segurança pública. No orçamento deste ano, só segurança teve um aumento de verba. Cortaram na saúde e educação. Na minha vida nunca vi nada funcionar sem investimentos. Mais investimentos, maior eficiência. O contrário também é verdade.
O corte na educação chega a ser catastrófico. São 264 milhões a menos. Será que tínhamos muito e o governo desperdiçava ou deixava correr pelo ralo da corrupção? Se era desperdício ou corrupção, fica seriamente comprometido o governo de Jaques Wagner. Se com 264 milhões a menos Rui Costa melhorar, em qualquer grau, a educação na Bahia, provará que seu “chefe” era incompetente. Mas acho que a visita dele às escolas é uma tentativa de empurrar com a barriga os problemas da educação e se prevenir contra uma classe que, em sua maioria, briga por melhores condições de trabalho e não se dobra facilmente com ações midiáticas.
LOA de Heliópolis
Parece que a briga do Orçamento 2015 ainda não acabou. A emenda da oposição foi integralmente vetada pelo Prefeito Idelfonso Fonseca. A informação me foi passada sem uma certeza, mas não há realmente outra saída. A questão é: e como fica a vida Câmara Municipal, sem QDD – Quadro de Detalhamento de Despesas? O vereador Giomar Evangelista terá que trabalhar com o 1/12 avos dos valores do Orçamento do ano passado. Também tudo pode voltar ao que queria a oposição. Basta derrubar o veto do prefeito. Para isso, precisarão de seis votos, ou 2/3 do plenário. É osso!
Heliópolis na Zona de Pombal
Se não saiu ainda está para sair. A Justiça Eleitoral baiana vai transferir Heliópolis para a zona eleitoral de Ribeira do Pombal. Trocaremos 25 quilômetros por 45. Recebemos um prêmio inesperado. No encontro convocado pela Câmara Municipal, uma audiência pública, políticos de vários matizes estavam lá. O lado positivo é que todos estavam unidos e contra a decisão. Falaram em abaixo-assinado e o escambau. Mas meu questionamento foi oportuno: cadê os deputados eleitos votados no município? Vou citar os mais votados: Marcelo Nilo, Vando, Fátima Nunes, Sandro Régis (estaduais). José Nunes, Daniel Almeida e José Carlos Aleluia. Creditem a eles esta mudança absurda. Se passarmos para a zona eleitoral de Pombal, fica a primeira prova de que eles não estão interessados em resolver os problemas de Heliópolis, pelo menos os que se referem à Justiça Eleitoral. E é bom dizer que ficar em Cícero Dantas não é nenhum prêmio. A estrutura da 82ª Zona não dá para atender nem mesmo decentemente a cidade de Cícero Dantas, imaginem cinco municípios. A coisa ficaria menos ruim se fosse criada a Zona Eleitoral de Antas, que chegou inclusive a ser instalada sem sucesso. E olhem que a cidade é a terra natal do deputado que poderá governar a Assembleia Legislativa pela quinta vez!