Exclusivo!

O predador da Petrobrás

Sérgio Gabrielli (foto: Terra.com) Em apenas uma única obra da Petrobrás, o Comperj – Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, localiz...

Novidade

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Região Nordeste da Bahia terá Universidade Federal

A 1ª reunião em Cícero Dantas (2012)

a 2ª reunião em Fátima (2012)
Um grupo formado pela advogada Maria Andrade, pelo ex-vereador de Cruz das Almas Josoaldo Santana, pelo bioquímico Noedson Cruz Lima, pela vereadora de Heliópolis Ana Dalva (PPS) e pelo professor Landisvalth Lima sonhou com a criação da Universidade Federal do Sertão Nordestino, em maio de 2012. O grupo recebeu o apoio do professor Marcos José, do atual vereador Washington Matos, do sr. Enoque Xavier, do ex-vice-prefeito Gilmar Santos, Herivaldo Alves Moreira e outros. O grupo colocou na Internet o portal com as propostas debatidas em Cícero Dantas, Fátima e Heliópolis. Ocorre que a região do Sisal também quer sua universidade. Também o litoral norte da Bahia gritou por uma instituição federal de nível superior. Então, pensaram na união das três ideias e nasceu a Universidade Federal do Nordeste da Bahia – UFNB. Na última sexta-feira, no colégio Navarro de Brito, o grupo se reuniu novamente para apresentar novas propostas e rumos do movimento. 
E agora no Navarro de Brito nasce a UFNB (2014)
A reunião foi aberta pelo ex-vice-prefeito Gilmar Santos. Presentes estavam a vereadora Ana Dalva (PPS), o vereador Washington Matos (Pros), o suplente de vereador José Domingos (PT) professores, dirigentes escolares e demais autoridades de Cícero Dantas, Heliópolis, Adustina e Fátima. Gilmar mostrou um esboço da unificação das três ideias e trouxe uma proposta de como seria a UFNB, mas sem fechar questão. A data para oficializar esta unificação será na cidade de Serrinha, dia 07 de fevereiro, na sede da CO-SISAL, localizada na Praça do Vaqueiro, às 9 horas da manhã.  Para explicar a unificação e iniciar a mobilização pelo recolhimento de cerca de 1 milhão de assinaturas para acelerar a implantação do Universidade Federal do Nordeste da Bahia – UFNB – haverá uma reunião em Ribeira do Pombal, dia 20 de Fevereiro, às 19 horas na Câmara Municipal daquele município. No dia 22 de fevereiro será a vez de Heliópolis. A reunião terá início às 9 horas na Câmara Municipal. Dia 24 será a vez de Adustina, com reunião também na Câmara Municipal, às 9 horas. Em outras cidades, as reuniões serão marcadas posteriormente. Gilmar faz questão de lembrar que é importante mobilizar as pessoas para o recolhimento das assinaturas nestas reuniões porque o tempo é curto e o projeto todo deverá estar concluído em Abril.

Gilmar Santos

Agora há uma  proposta com apoio mais amplo: a UFNB.











O local para instalação do campus administrativo da UFNB ainda não está sendo discutido. O que se sabe é que ela será multicampi, com unidades espalhadas estrategicamente para beneficiar os mais de 1 milhão e 600 mil habitantes dos municípios que compõem a mesorregião do Nordeste da Bahia, que engloba a Região do Sisal, o Literal Norte e o Semiárido Nordeste II. A proposta apresentada por Gilmar Santos fala de seleção pelo Enem/Sisu para ingresso, com um período de Formação Geral, em torno de 2 anos, e formação profissional a partir daí. O projeto também já prevê cursos de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado). O sonho de uma Universidade na região, iniciado em 2012, parece que está mais próximo da realização, mas só com a união de toda sociedade civil é que teremos de fato a consolidação da Universidade Federal do Nordeste da Bahia.

Câmara de Heliópolis convocada com 2 projetos em pauta

Ildinho - prefeito de Heliópolis
A Câmara Municipal de Heliópolis foi convocada extraordinariamente para análise de dois Projetos de lei enviados pelo prefeito municipal, Ildefonso Andrade Fonseca. Já está no Diário Oficial da Câmara o Edital de Convocação nº 01, assinado pela vereadora Ana Dalva, detalhando os documentos em pauta. O primeiro diz respeito ao aumento dos funcionários públicos municipais, adequando os salários ao novo mínimo de 724,00 reais. O novo Projeto, nº 01/2014, altera o Anexo IV da Lei 381/2013. Pela nova tabela, o servidor começa com o salário mínimo e atinge o final da carreira com um total de 4.176,04 reais, se galgar todas as promoções do cargo, que vão dos níveis verticais do I ao X e horizontais das letras A a M.
O segundo Projeto de Lei, o 02/2014, cria e regulamenta cargos de pessoal para os programas de ação continuada implementados pelo Governo Federal no município, como o Mais Educação, PSF e outros. Estes cargos são temporários e os seus ocupantes deverão passar por um processo simplificado de seleção. Poderão ser contratados Médicos, Odontólogos, Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Motoristas, Monitores para música, dança, brinquedoteca, videoteca, reforço escolar, esporte e lazer, teatro, etc. Ao todo, são 57 vagas. A Sessão está convocada para esta segunda-feira, às 9:00 horas da manhã. Todos os Projetos estão acompanhados do pedido de Urgência Urgentíssima.
Piso do Professor
O prefeito Ildelfonso Fonseca justificou o não envio da proposta de adequação ao Piso Nacional do Professor. Ocorre que somente na última quinta-feira o piso de 1.697,00, para as 40 horas, foi oficializado pelo Ministério da Educação, e não houve tempo adequado para preparação do Projeto de Lei. Como a Câmara Municipal retorna oficialmente dia 17 de fevereiro, haverá o envio do Projeto com os seus efeitos retroativos a dia 1ª de janeiro de 2014. “O professor pode ter certeza de que não haverá prejuízo algum para ele.”, afirmou o prefeito. O Piso em Heliópolis deve passar a 1.061,00, por 25 horas/aulas trabalhadas.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Ana Dalva visita sede do PPS e faz apelo

Marcos Vieira, Josué Telles, Ana Dalva e Maurício na sede estadual
do PPS em Lauro de Freitas
A vereadora Ana Dalva, do Partido Popular Socialista – PPS - de Heliópolis, presidenta do Legislativo Municipal e membro da Executiva Estadual do partido na Bahia, fez uma visita à sede do Diretório Estadual e ao Diretório Municipal do PPS, localizada em Vilas do Atlântico, na cidade de Lauro de Freitas. Ela lamentou a sua ausência na inauguração da sede e veio constatar o enorme avanço que a sigla tem conseguido nos últimos tempos. Ana Dalva foi recepcionada por Marcos Vieira (Secretário Geral), Maurício D´Errico (Secretário da Juventude) e Josué Teles (pré-candidato a Deputado Estadual pelo Partido e Presidente do PPS de Lauro de Freitas). A vereadora ficou encantada com a estrutura e disse que é o melhor que ela viu nestes quase vinte anos de filiada ao PPS.  
Durante o contato com os dirigentes, Ana Dalva não escondeu sua preocupação com o comportamento do Presidente Estadual do PPS, vereador Joceval Rodrigues. “Penso que o nosso presidente está na contramão do pensamento do Diretório e da Executiva. Acho que devemos conversar com todas as siglas partidárias, mas o PPS precisa crescer e o melhor caminho neste momento é fazer parte da chapa Lídice da Mata / Eliana Calmon e vislumbrar um Brasil do futuro com Eduardo Campos e Marina Silva. Será que Joceval está colocando os interesses pessoais acima do interesse coletivo?”, questionou. Ana Dalva também solicitou o adiamento da reunião que teriam nesta sexta-feira por estar com convocação extraordinária na Câmara Municipal de Heliópolis e pediu um posicionamento claro do partido e, se possível, uma intervenção da Executiva Nacional.
A queixa de Ana Dalva se refere a atitudes tomadas pelo vereador por Salvador, Joceval Rodrigues, presidente do PPS, de suspender um Delegado do Partido sem reunião com a Executiva, cancelar todas as senhas partidárias, impedindo o acesso do Secretário Geral Marcos Vieira aos dados partidários e conversar com lideranças políticas sem passar ao partido para discussão. Ele chegou inclusive a fechar acordo do PPS com o PMDB. Geddel Vieira Lima, presidente do PMDB, divulgou o apoio. Joceval desmentiu em seguida, colocando Geddel como o mentiroso da história. Mas fontes confirmam que tudo de fato aconteceu. Joceval recuou porque a notícia vazou e os membros do PPS não gostaram da atitude. Já há uma ala interna que pede a destituição de Joceval e sua suspensão por três meses do PPS. Nos bastidores já é certa a indicação do prefeito de Palmeiras, Adriano de Queiroz Alves, o Didico, como Presidente Estadual do PPS, e a vereadora Ana Dalva como a Vice-Presidente.
Futuro ministro enrolado com o MP
O secretário executivo do Ministério da Educação e futuro ministro da pasta, José Henrique Paim Fernandes, é réu em ação civil pública que tramita desde 2006 na Justiça Federal em São Paulo, acusado de improbidade administrativa. Ele foi denunciado pelo Ministério Público Federal por supostas irregularidades em convênio firmado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) do qual era presidente. O convênio, no valor de R$ 491 mil, foi assinado em 2005 com a ONG Central Nacional Democrática Sindical (CNDS). Destinava-se a alfabetizar jovens e adultos. Auditores do Tribunal de Contas da União detectaram irregularidades como ausência de documentos na prestação de contas e falta de provas de pagamentos efetuados. Um contrato anterior, no valor de R$ 532,2 mil, havia sido firmado em 2004, mas a ONG não prestou contas dele no prazo legal. Além disso, professores que trabalhavam para a CNDS denunciaram que não estavam sendo pagos pelas aulas que davam. O fato levou o Ministério Público a recomendar ao Fundo que não assinasse novos contratos com a ONG. A recomendação, no entanto, não foi seguida e o Fundo assinou outro contrato com a CNDS no ano seguinte. Pouco tempo depois, a ONG fechou as portas e seus dirigentes desapareceram, retardando o trabalho da Justiça, que tenta notificá-los para prestarem depoimento. Por isso, Paim segue como réu em um processo que corre há quase oito anos. (Por Fernando Gallo e Rafael Moraes Moura, da Agência Estado, via Bahia Notícias).
Correios em greve
Os trabalhadores dos Correios na Bahia aprovaram, em assembleia realizada nesta quinta-feira (30) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos no Estado da Bahia (Sincotelba), o início da greve nesta sexta (31). De acordo com a categoria, a paralisação será por tempo indeterminado. O sindicato reclama que houve quebra de acordo da estatal relativo à manutenção do atual plano de saúde (Correios Saúde) dos servidores, determinada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). Os trabalhadores também reivindicam a revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Salários 2008. Foi decidido ainda que os grevistas farão um protesto na manhã desta sexta em frente ao prédio central dos Correios, no bairro da Pituba, em Salvador.
STF vai julgar 38 ações contra políticos
Pelo menos 38 ações penais envolvendo parlamentares estão na fase final de tramitação e têm condições de serem julgadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) durante o ano de 2014. A tendência, entretanto, é que, durante o ano, outros processos também fiquem aptos a entrar na pauta de julgamento do Supremo. Os números tomam como base levantamento do iG feito a partir das ações penais que hoje tramitam no Supremo. Atualmente, transcorrem no STF aproximadamente 250 processos contra parlamentares. Alguns estão na Corte desde julho de 2003. Atualmente, transcorrem no STF aproximadamente 250 processos contra parlamentares. No ano passado, o ministro Marco Aurélio Mello encaminhou documento ao presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, pedindo a celeridade de tramitação dos processos mais antigos, cujos crimes estão próximos da prescrição. Há casos também de ações em que os ministros relatores já pediram pauta de julgamento desde abril do ano passado. Um dos exemplos disso é a ação penal envolvendo o deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB), o chamado mensalão mineiro – suposto esquema de desvios públicos comandado por Marcos Valério, semelhante ao mensalão do PT ocorrido na campanha para o governo de Minas Gerais de 1998. A ação civil foi apresentada em 2003 no Supremo, mas nos seis anos seguintes houve uma indefinição de competências do julgamento do caso e a Procuradoria-Geral da República (PGR) somente apresentou sua denúncia em 2009. A expectativa é de que o julgamento ocorra no primeiro semestre deste ano. (do portal IG).

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Pombal, Cipó e Cícero Dantas lideram ações de improbidade

             Rodrigo Aguiar – de A TARDE
Igreja velha de Ribeira do Pombal
Bahia tem o maior número de ações por improbidade do Brasil, com um total de 1.073 ações em 267 municípios. Na nossa região, Ribeira do Pombal (14), Cipó (12) e Cícero Dantas (12) lideram o número de ações por improbidade administrativa em tramitação, apresentadas pelo Ministério Público Federal (MPF-BA) contra políticos e gestores públicos. Em todo o estado, somadas às 215 ações de improbidade propostas pelo Ministério Público Estadual (MP-BA), o há 1.288 processos.
Os dados foram recolhidos por A TARDE nos mapas da improbidade alimentados pelos órgãos de controle. O quadro, porém, é ainda mais abrangente, de acordo com o promotor de Justiça Valmiro Macedo, que trabalhou no mapa do MP-BA. O total de processos, incluindo os julgados, estava em 838 até a última sexta-feira, 24.
O ato de improbidade, previsto na Lei nº 8429/92, é descrito como o ilícito cometido por agente público "em desrespeito às regras inerentes ao trato da coisa pública, podendo causar enriquecimento ilícito, prejuízo ao erário e/ou ofensa aos princípios da administração pública"
Casos mais comuns
A procuradora da República Melina Flores lembra que a Bahia também ocupa o posto de estado no qual foram ajuizadas mais ações em 2013. Para explicar a liderança, ela cita dois fatores: a necessidade de não permitir a prescrição dos casos e o volume de recursos federais recebidos.
"Houve um esforço dos procuradores em ajuizar ações relativas a mandatos que se encerravam em 2008, porque precisamos propor as ações até cinco anos após o mandato, devido ao risco de prescrição. O outro fator é que a Bahia ainda é um estado muito pobre. Por isso, os municípios recebem muitos recursos federais", afirma.
Ao falar sobre o ritmo de julgamento dos processos, a procuradora evita atacar o Judiciário. Ela destaca o estabelecimento de metas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), mas reconhece que ainda há muito a melhorar.
"O Judiciário tem se preocupado em acelerar o ritmo, mas precisamos avançar muito", afirma. De acordo com ela, os casos mais frequentes de improbidade estão relacionados a desvios de recursos públicos federais destinados à saúde e educação, principalmente do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).
Com atuação na região de Irecê, o procurador da República Samir Nachef acrescenta à lista de irregularidades mais cometidas a não prestação de contas de recursos federais recebidos e o fracionamento de licitação.
Gentio do Ouro
Segundo ele, ambas foram praticadas pelo ex-prefeito de Gentio do Ouro, José Henrique Queiroz, alvo de seis ações de improbidade. Em alguns dos casos, o atual prefeito, Ivonilton Vieira, também é citado. "Ele foi o campeão de ações da minha parte: praticamente cometeu todos os exemplos de atos que a Lei de Improbidade Administrativa prevê", aponta.
Conforme Nachef, o ex-gestor realizou saques da conta da prefeitura sem identificar o destino, apresentou cheques sem fundo, fracionou e direcionou licitação, usou notas fiscais falsas, comprou carro superfaturado e deixou alunos sem merenda escolar.
Além disso, contratou até estudantes de Medicina para dar plantão e os pagou como se fossem médicos. O procurador diz que o prejuízo causado pelas ações é de R$ 1,3 milhão.
O fracionamento de licitação consiste em adquirir bens ou serviços mensalmente, e não por um período mais longo. "Ao invés de fazerem um contrato anual para fornecimento de merenda, eles compram mês a mês, porque o valor é baixo e não se atinge o limite mínimo para haver licitação. Aí já se sabe quem será contratado: os financiadores de campanha", enumera Nachef.
Brasil não cumpre compromisso
O Brasil está entre os 164 países que não cumprirão o compromisso firmado com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) de melhorar a qualidade da educação até 2015. A previsão está no 11° Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos divulgado nesta quarta-feira (29). De acordo com o compromisso que integra o Acordo de Dacar (Senegal), assinado em 2000, os países deveriam: expandir cuidados na primeira infância e educação; universalizar o ensino primário; promover as competências de aprendizagem e de vida para jovens e adultos; alcançar a paridade e igualdade de gênero; melhorar a qualidade da educação e reduzir o analfabetismo em 50%. A última meta foi a que alcançou pior resultado, de acordo com o documento. Apenas 29% dos países conseguiram reduzir o número de pessoas que não são alfabetizadas. Já a paridade de gênero no primeiro nível do ensino secundário, foi cumprida por 70% dos países – melhor resultado registrado. “Na medida em que nos aproximamos de 2015 e determinamos uma nova agenda a ser seguida, todos os governos devem investir na educação como um acelerador do desenvolvimento inclusivo”, apresenta o texto que ainda ressalta ser vital que se coloque em prática uma sólida estrutura educacional global pós-2015 para solucionar problemas pendentes. As informações são da Agência Brasil, via Bahia Notícias.
PT vai ter que pedir desculpas 
Pedetista, o prefeito de Santo Antônio de Jesus, Humberto Leite, afirmou que não apoiará o candidato do PT ao governo da Bahia, Rui Costa, em entrevista à Rádio Andaiá FM. Segundo o gestor, a aliança com os petistas foi quebrada após dirigentes do PT local colocarem “um ponto final” na relação, durante articulação no ano passado. Leite reclama que foi “humilhado” pelos petistas e condiciona o apoio à campanha de Rui Costa a um pedido de desculpas formal do governador Jaques Wagner e da direção municipal do PT. “Caí no ridículo. Se a cúpula do PT municipal e o governador Jaques Wagner não se desculparem, não apoiarei o candidato e ficará tudo como está. Essa é minha condição, um pedido de desculpas formal é o que quero e ponto final”, disse. (Bahia Notícias)

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Heliópolis recebe máquinas e amplia frota

Ildinho assinando os convênios do PAC2
Ninguém disse que será fácil, mas o ano de 2014 parece ter iniciado bem para o prefeito Ildefonso Fonseca. Só de uma vez recebeu três equipamentos do programa PAC 2 do Governo Federal, 01 caminhão-pipa, 01 pá-carregadeira e 01 caminhão-caçamba. Embora o programa seja federal, o prefeito Ildinho recebeu as máquinas das mãos do vice-governador Otto Alencar. Claro que o governo estadual não perderia esta oportunidade de aparecer na foto, já que não tem mesmo muita coisa a oferecer aos prefeitos. Além destas, a prefeitura adquiriu três automóveis com recursos próprios para a sua frota. Dois servirão à Secretaria de Saúde e um está destinado exclusivamente ao programa Bolsa Família.
Pá-carregadeira
Com a aquisição destes veículos, o governo municipal dará um incremento considerável na recuperação e construção de estradas, bem como ampliação da capacidade de armazenamento de água para enfrentar grandes estiagens. Ildinho quer 2014 como o ano da afirmação de seu governo. “Quero que todos sintam orgulho desta administração e só é possível conseguir com muito trabalho.”, afirmou. Os equipamentos foram recebidos na última sexta-feira (24), em Feira de Santana. Além de Ildinho, também compareceu ao evento o secretário de Administração e Finanças Beto Fonseca.
Reunião Produtiva
Caçamba
Assim que Beto Fonseca chegou de Feira de Santana já tinha uma reunião com o secretário de educação, professor José Quelton, com Evanilson Araújo e o professor Landisvalth Lima. Desta vez, este blogueiro não tem do que reclamar: a reunião foi produtiva. Várias questões foram postas à mesa, desde a formação de um padrão de comunicação do governo às questões relacionados com o ano letivo de 2014. O governo do município deve implantar ações do Mais Escola em 12 unidades já este ano. Também a Escola Castro Alves será a escola-piloto da educação em tempo integral. Algumas escolas, por recomendação expressa da Promotoria de Justiça, serão fechadas e seus alunos matriculados nas escolas mais próximas, com garantia de transporte de qualidade. As escolas que vão receber estes novos alunos precisarão de melhorar sua estrutura e serão reformadas. Pelo menos três escolas serão ampliadas: Castro Alves, na sede, a Tancredo Neves, no Tanque Novo, e a escola municipal do povoado Jibóia. 
Ano Letivo 
Veículo para o Bolsa Família
Para o ano letivo, tudo dependerá da convocação dos professores aprovados no Concurso. A previsão do início estava para 24 de fevereiro, mas o professor José Quelton, depois de ouvir Evanílson Araújo sobre os prazos do Edital do concurso, ficou conformado com a data de 10 de março, após o Carnaval. Isto levando em conta que a Semana Pedagógica seria de apenas 3 dias, ficando os dias 6, 7 e 8 de março para elaboração de um Currículo Único, Avaliação Única, Planejamento e implantação das diretrizes da Formação Continuada. Além disso, o prefeito Ildinho deseja enviar até o fim deste mês o Projeto de Lei que corrige os salários dos servidores para o novo mínimo e outro para correção dos salários dos professores, que terão um incremento de 8,32%. Só não deu tempo de resolver as pendências nas áreas de saúde, infraestrutura e transportes. Isto será debatido com a vereadora Ana Dalva e o vice-prefeito Gama Neves, no próximo sábado (31). Se continuar neste diapasão, o paraíso ficará logo ali.

domingo, 26 de janeiro de 2014

...e a Copa nem começou!

PM encurrala manifestantes em hotel durante protesto contra a Copa. A rua Augusta, na região central de São Paulo, foi transformada em cenário de guerra no começo da noite de ontem. Manifestantes que protestavam contra a Copa do Mundo foram cercados por policiais do Batalhão de Choque perto da rua Marquês de Paranaguá. Os 146 manifestantes detidos na cidade já foram soltos. De acordo com comerciantes, os policiais usaram bombas de gás. Sem saída, dezenas de pessoas se refugiaram no hotel Linson, próximo à rua Caio Prado. Parte do comércio fechou as portas.
No vídeo, feito pelo fotojornalista Felipe Larozza e disponibilizado hoje pela manhã à Folha, é possível ver homens da tropa de choque com escopetas entrando no hotel em busca desses manifestantes. Os policiais entraram no imóvel, revistaram e prenderam mais de 50 manifestantes. Ao menos dois disparos, que segundo testemunhas eram de balas de borracha, podem ser percebidos. Os tiros tinham como alvo manifestantes deitados no chão. Os policiais gritam repetidas vezes "no chão, no chão!" e "mão na cabeça!". Depois do primeiro tiro, algumas pessoas gritam, desesperadas: "Calma, calma!". Também é possível ver um dos policiais empurrando um jovem, já rendido, com o pé. A Polícia Militar ainda não se pronunciou a respeito do vídeo.
Com uma aglomeração de pessoas na frente do hotel, fotografando e filmando a ação com telefones celulares, a polícia também montou um cordão de isolamento na entrada do estabelecimento. Os detidos foram levados para ônibus estacionados na porta do hotel. De lá, o grupo foi encaminhado para o 78º DP (Jardins). Pouco antes, manifestantes deixaram um rastro de vandalismo nas ruas do Centro. Uma agência da Caixa foi depredada na rua Sete de Abril. Na Augusta, uma concessionária da Fiat e uma agência do Santander foram parcialmente destruídas. Uma lanchonete do McDonald's também foi atacada. Perto da praça Roosevelt, um grupo colocou fogo em um colchão, que acidentalmente se enroscou em um carro que passava pelo local. O veículo acabou incendiado depois de ser abandonado pelo motorista.
FACEBOOK
De acordo com a polícia, 2.000 homens foram mobilizados para fazer a segurança de 1.500 manifestantes. Participaram da operação a Tropa de Choque e a Força Tática da Polícia Militar. Dois helicópteros monitoravam a movimentação do grupo. Policiais usaram câmeras portáteis de alta definição, semelhantes a que são usadas por motoqueiros em capacetes, para registrar os participantes do protesto. A manifestação foi convocada pelo Facebook e tinha cerca de 23 mil confirmados antes de começar.
LIBERADOS
Segundo Rogério de Camargo Nader, delegado assistente do 78º DP (Jardins), para onde 128 detidos foram encaminhados, as detenções foram feitas sob a suspeita de dano a uma agência bancária e a uma concessionária de veículos localizadas da rua Augusta, próxima à avenida Paulista. O delegado disse que parte deles deve ser chamada para prestar novos depoimentos. Três menores de idade que estavam sem documento foram encaminhados à Fundação Casa para que fossem identificados.
A Folha conversou com cerca de 30 detidos já liberados, que só falaram com a reportagem sob a condição de não serem identificados. A maioria reclamou de violência da Tropa de Choque após a invasão do hotel Linson, na rua Augusta, que os manifestantes usavam como refúgio.
Segundo a PM, outros 18 manifestantes foram detidos no Centro de São Paulo e encaminhados ao 2º DP (Bom Retiro), onde foram identificados e liberados. Eles seriam adeptos da tática black bloc e são suspeitos de causarem danos a uma agência bancária. A PM afirma que não houve excessos na abordagem aos manifestantes, que, em geral, não resistiram à ação da polícia.

Da Folha de São Paulo. Fotos de Marlene Bergamo, Avener Prado e Gabriela Biló.