Exclusivo!

Poucas & Boas 2017.3

2020 já começou? Alguns políticos de Heliópolis precisam saber que 2020 só começa após 2018. Ou seja, os resultados de 2018 podem in...

Novidade

domingo, 14 de setembro de 2014

Josué Telles prega compromisso público em Heliópolis

Ana Dalva apresentou Josué Telles aos eleitores
O candidato a deputado estadual pelo PPS – Partido Popular Socialista – Josué Telles compareceu a encontro programado pela vereadora Ana Dalva para mostrar seus candidatos ao povo de Heliópolis. O encontro foi no Comitê Central da candidatura do professor Landisvalth Lima, na avenida Helvécio Pereira de Santana, em frente à Escolinha Passo a Passo, em Heliópolis. O evento teve início por volta das 18:30 e contou com a presença de lideranças e militantes do PPS, PSB e Rede Sustentabilidade.
o povo ouviu atento
A abertura foi feita pela vereadora Ana Dalva que disse fazer questão de apresentar aos seus eleitores o deputado que apoia, para que ele diga, olhando nos olhos das pessoas, suas metas e propostas. Em seguida usou a palavra o professor Landisvalth Lima, candidato a deputado federal do PSB/Rede, que faz dobradinha com Josué Teles na região. O professor disse os motivos da escolha de Josué para deputado estadual, que passou pelo crivo rigoroso da vereadora Ana Dalva. Landisvalth aproveitou o momento e pediu empenho na candidatura de Marina Silva, atacada impiedosamente pelo petismo. “Eu esperava que ela fosse combatida pela outrora direita, não pelo partido que ela ajudou a consolidar ao lado de Lula. E o combate é sórdido porque envolve as mesmas mentiras que tiraram Lula três vezes da presidência da república. Marina Silva não acabará com o Bolsa Família, nem com o Pré-Sal. Nem ela, nem Levy Fidélix, nem Luciana Genro, nem ninguém. Conquistas não são tiradas, são ampliadas. Elas não pertencem a Dilma, a Lula, a Aécio ou a Marina. Elas são patrimônio do povo e não devem ser confundidas como doação do estado ou de políticos.”, concluiu. O professor lembrou ainda das candidaturas de Lídice da Mata, para governadora, e Eliana Calmon para o senado. “Marina, Lídice e Eliana: três mulheres, três símbolos de uma nova era política para o Brasil e para a Bahia.”
Professor Landisvalth também falou
Ainda participaram do debate o assessor de Josué, Atênisson, e o eleitor Abílio Rego. Ambos exaltaram o encontro e agradeceram a presença de todos. Em seguida foi a vez de Josué Teles usar a palavra. O candidato fez um resumo de sua história de vida, agradeceu a presença de todos, a dobradinha com a professor Landisvalth e o apoio da vereadora Ana Dalva. Disse ter entrado na política aos 53 anos para ajudar a fazer o combate dos bons contra os maus. “Se os homens de bem se unirem contra os maus, destruindo a corrupção, combatendo o avanço das drogas, a desestruturação das famílias, os baixos níveis de educação e tantos outros males, o ideal da construção de uma sociedade melhor estará bem próximo.”. Josué disse ainda que não estava ali para prometer nada. “Chega de promessas! Vim aqui fazer um compromisso com os senhores e senhoras, independente do resultado das eleições. Quero prosseguir esta parceria com Ana Dalva e Landisvalth para construirmos uma Heliópolis melhor.”. Josué também confirmou o voto em Marina Silva e exaltou as qualidades da ex-ministra do meio ambiente.
Marmelada/Quixabeira
Josué falou de compromisso com o povo
Antes do encontro no comitê central, o professor Landisvalth Lima e a vereadora Ana Dalva fizeram uma visita à Associação Comunitária das localidades de Marmelada e Quixabeira, no município de Heliópolis. Lá foram recebidos pela líder comunitária Gelma e demais diretores da associação.
Até tu, Delegada?
A marginalidade na Bahia não poupa ninguém, nem mesmo as autoridades de segurança pública. A delegada da Polícia Civil de Uruçuca, Andréa Tambone de Menezes, teve o carro roubado no bairro Sapetinga, em Ilhéus, sul do estado nesta sexta-feira (14). Segundo informações do portal Bahia Notícias, dois ladrões abordaram Andréa Tambone e o seu namorado, levando o carro e uma pistola ponto 40, da secretaria de segurança pública do estado, que estava com a delegada. Tambone não reagiu. Felizmente não houve feridos e a polícia civil está fazendo operações para prender os bandidos.
Ainda gastando com a Copa?
A Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo (Secopa) continua em operação na Bahia, apesar de o encerramento do Mundial completar dois meses. O órgão custa cerca de R$ 400 mil por mês ao Estado e só deve sair de cena em 31 de dezembro, quando acaba o atual governo. É dinheiro que vai pelo ralo. Segundo o responsável pela pasta, Ney Campello, a existência da secretaria até essa data visa cumprir questões administrativas. "Nós fizemos um acordo de não tirar férias nos últimos dois anos para nos concentrarmos na organização da Copa. Estamos cumprindo essas férias agora, num esquema de revezamento dos funcionários, até o final do ano", citou. Ah, tá! E se fosse para beneficiar as pessoas, será que ainda teríamos algo semelhante funcionando bem? Du-vi-de-o-dó!