Exclusivo!

Tiroteio, morte e sequestro em Heliópolis

João José (esquerda) morreu no tiroteio. Mateus (direita) está desaparecido A violência em nossa região está tão grande que é preciso a...

Novidade

terça-feira, 13 de maio de 2014

Polícia Federal faz busca e apreensão em casa de ex-prefeito do PCdoB

Policiais federais fazendo busca e apreensão na casa do ex-prefeito Walter Rosário (PCdoB)
Os eleitores deste blog são testemunhas da quantidade de denúncias que fizemos contra os gastos absurdos feitos pelo ex-prefeito Walter Rosário, do PCdoB, na realização de festas, inclusive do nosso São Pedro. Ele chegou a gastar em três dias de festa coisa em torno de 600 mil reais. Este blog está censurado até hoje e não pode produzir reportagens, vejam que absurdo, contra o ex-prefeito. Mas esta é da alçada da Polícia Federal e da CGU. Espero que a Justiça de Cícero Dantas não se importe, mas nós estávamos com a razão. E não foi pouco o que este blogueiro sofreu. Foram vários processos abertos, todos promovidos pela família do ex-prefeito. Estão lá aguardando julgamento e o meu blog continua censurado. Mas esta operação da Polícia Federal confirma aqui todas as postagens. A casa de Walter Rosário, em Heliópolis, foi literalmente virada da cabeça para baixo e os policiais estão lá apreendendo toda documentação necessária para comprovação das denúncias. Uma camionete cabine dupla e dois automóveis já foram apreendidos na casa de Waltinho, além de computadores, notebooks e documentos. Mas a operação não envolve só Heliópolis.
Documentos e veículos apreendidos na casa do ex-prefeito
Os prefeitos José Idelfonso Borges dos Santos (Nego), da cidade de Fátima, e Cleigivaldo Carvalho Santa Rosa, de Sítio do Quinto, ambos do PDT, estão com prisões preventivas decretadas. A Polícia Federal tenta encontrá-los e o mandado deve ser cumprido em minutos. Além deles, outros seis ex-prefeitos de cidades da nossa região têm mandados expedidos pela Justiça para serem presos. A maior parte da Operação 13 de maio, realizada pela PF, em consonância com outras entidades, tem como foco a cidade de Fátima, onde boa parte dos mandados foi cumprida. Outros quatro vereadores também tiveram a prisão decretada, além de cinco secretários municipais e nove funcionários públicos. O ex-vereador Zé de Maria está entre os futuros presos. 
Camionete também apreendida em frente casa de Waltinho
A Operação 13 de Maio está sendo executada pela Polícia Federal, com a cooperação da Controladoria Geral da União (CGU), da Receita Federal e da Assessoria de Pesquisa Estratégicas da Previdência Social (APE), realiza na manhã desta terça-feira (13). O objetivo é combater crimes de desvio de recursos públicos e corrupção praticados em prefeituras municipais. Estimativas iniciais apontam que pelo menos R$ 30 milhões foram desviados em 20 cidades da Bahia. Cerca de 400 policiais federais, com o apoio de 45 servidores da CGU e 45 da Receita Federal, cumprem 29 mandados de prisão temporária e 83 de busca e apreensão, decretados pela Justiça Federal. Foi determinado ainda o afastamento cautelar de sete pessoas de suas atividades profissionais, inclusive de funções públicas ocupadas. A operação ocorre em 26 municípios baianos. Da nossa região estão na lista Fátima, Heliópolis, Ipecaetá, Aramari, Banzaê, Ribeira do Pombal, Sítio do Quinto, Água Fria, Novo Triunfo, Itiruçu, Ourolândia, Santa Brígida, Paripiranga, Itanagra, Quijingue, Sátiro Dias, Coração de Maria, Cícero Dantas, Lamarão e São Francisco do Conde, na região Metropolitana. Além disso, a operação envolve Aracaju (SE), Brasília (DF) e Salvador (BA). Entre os suspeitos com prisão determinada pela Justiça, dois são prefeitos (Nego e Cleigivaldo) e seis são ex-gestores. Quatro vereadores também tiveram a prisão decretada, além de cinco secretários municipais e nove funcionários públicos.
Policiais fazendo apreensão em Salvador (Foto: A TARDE)
As apurações conduzidas até o momento apontam a existência de uma organização criminosa, em atividade há mais de uma década, composta por funcionários públicos e empresários. Uma das empresas completamente envolvidas é a Zueira Produções, da cidade de Fátima, realizadora de todas as festas do São Pedro de Heliópolis e outros eventos na região. O ex-prefeito Sorria está enrolado até os dentes e já foi preso. De Fátima já estão presos também o ex-prefeito da cidade, Osvaldo Ribeiro do Nascimento, José Wilson Batista Reis, Sidney Andrade e Maria Iva Rodrigues de Carvalho,Erivaldo Costa de Santana e José Ducival Nascimento foram presos e levados para o Posto da Polícia Federal de Feira de Santana. O motorista da prefeitura de Santa Brígida, e a secretária de Ação Social da cidade de Banzaê, Fabiana da Silva Gama, também foram presos. O ex-vereador e Presidente da Câmara de Banzaê, Edson Brito, foi preso em Brasilia, segundo informações, é de que cheques de empresas envolvidas nas supostas fraudes foram depositados em contas bancárias sendo o mesmo titular.
Além da casa do ex-prefeito Waltinho, outros 82 mandados de busca e apreensão foram realizados. Num deles, policiais federais estiveram na manhã desta terça no edifício Atlanta Empresarial, no Costa Azul, em Salvador, onde cumpriram mandados de busca e apreensão em um escritório de contabilidade. Os agentes saíram do local com malotes e caixas com documentos. Os acusados detidos nas cidades de Banzaê, Ribeira do Pombal, Sítio do Quinto, Fátima, Itiruçu e Sátiro Dias permanecerão no posto da delegacia da PF em Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador), de onde serão conduzidos para o Conjunto Penal do município. Os envolvidos responderão por crimes de responsabilidade, malversação de recursos públicos, lavagem de dinheiro, peculato, organização criminosa, uso de documento falso e crimes da lei de licitações.
Com informações complementares de A Tarde, Uol, Bahia Notícias, Blog do Joilson Costa e Correio.