Exclusivo!

TCE fará evento no CEJDS

TCE quer alunos praticando cidadania (foto: divulgação)      O Tribunal de Contas do Estado da Bahia – TCE – está desenvolvendo o pr...

Novidade

quinta-feira, 13 de março de 2014

PPS dá tiro no pé para atender projeto pessoal de Joceval

PPS queria organizar nova Executiva na Bahia
A decisão da Executiva Nacional do PPS em dissolver o Diretório da Bahia até agora não encontrou apoio dentro do partido na Bahia, a não ser dos beneficiados. Ninguém está entendendo nada. Justamente a ala do partido, que estava em acordo com a decisão dos dirigentes nacionais, foi a afastada da direção do PPS e entregue a um vereador que não tinha o apoio de quase ninguém. De ontem para hoje, prefeitos, vices e sessenta e dois vereadores estão tentando reverter o quadro, o que é bastante difícil. Uma comissão está indo a Brasília convocar Roberto Freire para uma reunião com o pessoal do interior para que ele veja a opção equivocada feita a uma minoria. Joceval Rodrigues sabia que seria destituído do cargo. Já havia uma convocação feita pelos membros da Executiva para dia 12 de Abril solicitando reunião do Diretório para definir os novos membros da Executiva (como se vê na foto ao lado). O presidente seria o prefeito Didico, de Palmeiras, e Ana Dalva seria a vice. E tomaram esta decisão porque o próprio Roberto Freire não gostou da eleição de Joceval Rodrigues.
E o que fez Freire mudar seu discurso? Marcos Vieira, secretário geral destituído, aposta na interferência de ACM Neto e/ou Geddel Vieira Lima. Todos sabem que o conceito de Joceval junto à Executiva Nacional não é dos melhores. A questão também é que Joceval quer ser deputado federal numa coligação com vários nanicos: PSDC, PRP, PMN, PT do B, PPL, PEN, PTC e PRTB. O vereador de Salvador acha que ele seria o mais votado e sua eleição seria uma barbada. Para isso, Joceval deve se aproveitar da popularidade de ACM Neto e uma coligação com PSB/Rede deixaria as coisas mais difíceis. Fato é que, com essa atitude, os planos de Joceval precisam se concretizar para que deem razão à atitude esdrúxula da Executiva Nacional e convença aos vencidos que o partido tomou o melhor caminho. Caso contrário, o PPS, que caminhava bem no seu fortalecimento no interior, terá o maior baque de sua história, com uma debandada significativa de filiados e agentes públicos. Seja qual for o rumo a seguir, jogaram um balde de água na confiança da vereadora Ana Dalva. Ela, filiada desde 1995, e que só agora viu o partido olhar para o interior, assiste à legenda dar um tiro no pé, para atender ao projeto pessoal do vereador Joceval Rodrigues, que é da Capital.
Vereador encrencado
O vereador José Mendonça Dantas, Líder da Oposição na Câmara Municipal de Heliópolis, teve todos os seus bens colocados em indisponibilidade, mediante ação nº 0000767-95.2013.805.0057, movida pelo Ministério Público da Bahia como Ação Civil Pública, na Vara dos Feitos Civis e Comerciais da Comarca de Cícero Dantas, a partir de uma denúncia feita pela vereadora Ana Dalva, com processo iniciado em 20 de março de 2013. A vereadora denunciou irregularidades quando Mendonça presidia a casa. O processo não significa uma condenação. Os bens foram indisponibilizados, além de bloqueio de contas de bancos dele e de parentes próximos, para que as denúncias sejam melhor apuradas. Somente depois de uma sentença é que os bens voltarão a ser disponibilizados. Um vereador informou que Mendonça não guarda mágoas de Ana Dalva. Na época ela tentou dialogar com ele e o então presidente mandou que ela procurasse os seus direitos. E ela o fez.
Mudança de hábito
Com os fatos acontecendo numa velocidade estonteante, há quem diga que haverá uma drástica mudança no perfil político de Heliópolis nos próximos dias. Tem gente que chega a dizer que a data é o dia da mentira: 1º de abril. A coisa envolve o vice-prefeito Gama Neves. Contatado por este blog, Gama disse que não está sabendo de nada e que há surpresas todos os dias na política. A fonte é infalível e não dá chabu. Seria alguma reviravolta nas peças do jogo da oposição? Veremos!    
Geraldo Macedo para deputado  
O Presidente do Partido Verde (PV), em Fátima (BA), o radialista Geraldo Macedo poderá ser a grande novidade nas eleições de 2014, segundo nota no portal de Rodrygo Ferraz. Macedo trabalha para tentar uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia. Geraldo Macedo é fatimense, milita no rádio e na política desde 2001. Com dez emissoras de rádios no currículo, entre elas o mesmo já atuou na Adustina FM (BA), Eldorado FM de Lagarto (SE), Progresso AM de Lagarto (SE), Juventude FM de Lagarto (SE), Treze FM de Lagarto (SE), Patrocínio FM de Paripiranga (BA), Cidade AM de Simão Dias (SE), Buqueirão FM de Cícero Dantas (BA), Iguaba FM de Coronel João Sá (BA).