Exclusivo!

Mais duas mortes trágicas em Heliópolis

Mariza Alves sofria de asma Adriano faleceu em acidente A cidade de Heliópolis tem vivido uma das maiores epidemias de mortes de...

Novidade

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Seguranças no Sindicato dos Trabalhadores?

A Chapa 1 foi indeferida pela Comissão Eleitoral sem direito de defesa
As arbitrariedades do ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Heliópolis, Juarez Carlos de Oliveira, sob as ordens do seu conselheiro-mor, advogado Joel Farias, já estão beirando o absurdo. Associados do STRH comunicaram a este blog que foram contratados três seguranças para proteger ninguém de coisa nenhuma. Os profissionais contratados não tem nada com isso. Estão lá fazendo sua parte, no mole. Mas Juarez está com medo de alguma coisa? O que ele teria feito de tão grave? Aí é que está, o rapaz não é mais nada na instituição, mas continua mandando. Tanto é que a atual presidente da Comissão Diretiva, Marinalva Santana, pediu a Maria do Beiju que revelasse a este blog que ela não contratou nenhum segurança. Agora resta saber se os rapazes serão pagos com o dinheiro do sindicato. Marinalva está sem autoridade. A dupla Joel e Juarez estão fazendo o que querem do STRH. Até os pagamentos dos funcionários e fornecedores, que já estão atrasados, são autorizados por eles. Marinalva Santana não está presidindo nada. E quando é que a Presidenta vai bater a mão na mesa e mostrar sua autoridade, expulsando os dois sadans?
Impugnações e indeferimentos
Acredito que o motivo maior do medo de Juarez é o trabalho péssimo realizado pela Comissão Eleitoral. Logo de cara indeferiu a Chapa 1, liderada por Edmeia Torres e franca favorita a vencer o pleito. Primeiro disseram que Rubismara, Secretária da Juventude inicialmente, tinha mais de 32 anos, mesmo só tendo completado a idade no último mês de maio. Como o nome foi substituído por Marcinho, houve também a impugnação por ser, segundo eles, inadimplente. Nem mesmo deram o prazo de 72 horas para substituição, como reza o Regimento. A chapa foi toda indeferida. Dra. Thais da Paixão e Dra. Teresa Cristina já entraram com Liminar na Justiça do Trabalho, em Euclides da Cunha, pedindo o deferimento do nome de Rubismara, e consequentemente de toda a CHAPA 1. 
Também a CHAPA 1 faz um relato das enroladas de Juarez no STRH, e, caso o Juiz entenda pertinente, poderá suspender todo o processo eleitoral, todas as Comissões e começar tudo do zero. Além disso, as chapas 2 e 3 têm irregularidades e foram denunciadas pela Chapa 1. Mas não precisa nem pensar muito, só a CHAPA 3, de Mundinho do Tijuco, deve ser também indeferida. A Chapa 2, de Juarez Carlos, deve sair limpíssima com o aval de “aprovada” da Comissão Eleitoral. Juarez quer tentar concorrer sozinho porque imagina que não venceria. Certo é que, mais uma vez, o STRH passa por uma crise sem fim. Só espero que, como aconteceu na época de Zé Guerra, os espertinhos caiam de podres e nunca mais voltem a dirigir o STRH. Os trabalhadores rurais de Heliópolis merecem mais respeito.