Exclusivo!

Vereador é multado e devolverá mais de 13 mil à Câmara de Heliópolis

Giomar Evangelista recebeu subsídios indevidamente e vai ter que devolver  Bem que ele poderia ficar calado, mas, boquirroto e falastrã...

Novidade

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Roubo de banco em Heliópolis?

Material apreendido pelos policiais em poder dos bandidos
O portal da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia publicou postagem informando que a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Litoral Norte) prendeu nesta madrugada (8), aqui em Heliópolis, quatro homens procedentes de outros estados, com armas e dinamites. Diz o portal que os policiais realizavam rondas nas proximidades de uma agência bancária (sic), quando avistaram um Corsa Sedan preto em atitude suspeita, com três pessoas no seu interior e outro do lado de fora, falando ao celular. Ao realizar a abordagem, a PM prendeu Renato Valentim dos Santos (SP), Gumercindo Barbosa (SP), Fábio Bezerra Pereira (CE) e Sinval da Silva (SE) e flagrou com o grupo dois revólveres calibre 38 (numeração raspada), um pé de cabra, duas bananas de dinamite e várias lanternas. A quadrilha confessou que iria explodir uma agência bancária da cidade de Heliópolis. Os presos e o material apreendido foram encaminhados para a delegacia territorial local. 
A notícia poderia ter sido um alívio para todos nós, mas não há agência bancária em Heliópolis. Temos aqui a Agência dos Correios, que opera o Banco Postal, ligado ao Banco do Brasil, e um cash do Bradesco, além de uma única Lotérica. Ou os ladrões são completamente desinformados ou mentiram para a polícia e a história colou. Não duvidamos ser mais um equívoco administrativo do governo do PT e esperamos que SSP faça a correção para que não entre no rol das notícias criadas para alimentar uma agenda positiva em ano pré-eleitoral, fazendo um contraponto com a estatísticas oficiais que colocam a Bahia entre os estados mais violentos do país. Pode ser que conseguiram mesmo desbaratar uma quadrilha de assaltantes de bancos, mas de outras cidades.