Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Até curso superior vai mal na Bahia

37% dos cursos superiores na Bahia recebem nota baixa no Enade. Entre os cursos com nota baixa estão tradicionais como os de Direito da Universidade Católica de Salvador (Ucsal), da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)
Rafael Rodrigues – do CORREIO
Na Bahia, 37% dos cursos superiores na área de ciências humanas tiveram desempenho considerado insatisfatório no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2012. O índice de cursos ‘reprovados’ é superior à taxa nacional, de 30%. Por aqui, dos 268 cursos avaliados, 99 tiveram média abaixo de 2, numa escala que vai de 0 a 5. Outros 12 cursos não obtiveram nota e não foram considerados neste ranking porque menos de dois estudantes concluintes participaram da prova. Entre os cursos com nota baixa estão tradicionais como os de Direito da Universidade Católica de Salvador (Ucsal), da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). A avaliação do Enade divide os cursos em três categorias e a cada ano um grupo é avaliado. A última vez que o grupo de humanas passou pela prova foi em 2009 – quando, na Bahia, 32% dos cursos tiveram nota insatisfatória. Os universitários fizeram a prova em novembro de 2012 para avaliar os cursos de bacharelado em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social, Design, Direito, Psicologia, Relações Internacionais, Secretariado Executivo e Turismo, além dos cursos técnicos em Gestão Comercial, Recursos Humanos, Finanças, Logística, Marketing e Processos Gerenciais. A nota do Enade representa 70% do índice CPC, utilizado pelo Ministério da Educação para avaliar os cursos superiores no país. Esse coeficiente, que também leva em consideração o corpo docente, infraestrutura e programa pedagógico, será divulgado até o fim do mês. As faculdades que se mantiverem com nota abaixo de 2 receberão a visita de inspetores federais e podem sofrer sanções, como a suspensão do vestibular.
Explicações
O reitor da Universidade Católica de Salvador, José Carlos Almeida, minimizou o resultado negativo do curso de Direito. “Assim como em 2009 tiramos média 4, o Enade é loteria, por conta dos critérios. O aluno pode ir assinar a prova e ir embora e no diploma dele não bota a nota que ele obteve”, disse. Ele ressalta que o curso tem o selo de qualidade OAB Recomenda. Na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), o curso com pior avaliação é o de Ciências Contábeis em Senhor do Bonfim, com média abaixo de 1. A coordenadora do curso, Tânia Ferreira, aponta como principal deficiência a falta de professores. “No interior, temos dificuldade com corpo docente, quem vem logo quer transferência porque reside em Salvador. Há, às vezes, necessidade de cancelar disciplina por falta de professor”, lamenta. Na Uefs, a nota abaixo de 1 para o curso de Ciências Econômicas se deveu a mudanças no currículo, segundo a coordenadora Márcia Pedreira. “Estamos no quarto ano do novo currículo. As pessoas que fizeram a prova vieram do currículo antigo, estão desestimuladas”, pontuou. A Ufba não teve cursos mal avaliados – ao contrário, Jornalismo e Administração receberam nota máxima, 5.