Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Ildinho retira projeto do concurso da Câmara

Um bom público compareceu para prestigiar os músicos
O prefeito Municipal de Heliópolis, Ildefonso Andrade Fonseca, solicitou da vereadora Ana Dalva a retirada de pauta do Projeto de Lei nº 012/2013, datado de 19 de Julho, recebido na casa Legislativa dia 23 de Julho. O projeto criava novos cargos e acrescentava aos já existentes outros e autorizava e definia as normas gerais para a realização de concurso público no município de Heliópolis. A justificativa do secretário de administração, Beto Fonseca, apresentada à vereadora Ana Dalva, foi de que tentaria melhorar o projeto. Toda a tramitação, portanto, voltará à estaca zero. Fato é que, além do projeto, muita coisa terá que mudar para que o concurso seja feito dentro da normalidade.
Noite musical
Grupo musical Cordas & Sons na Câmara Municipal de Heliópolis
(Foto: Jorge Souza)
Os garotos do Colégio Estadual Professor João de Oliveira, liderados pelo professor Josafá, deram um show na Câmara Municipal de Heliópolis, na abertura do semestre legislativo. A turma do Cordas & Sons animou o público e deu um ar menos burocrático à sessão inicial deste semestre. Logo após foi a vez de Naum Merci, que encantou os presentes com músicas da MPB. O objetivo, segundo a vereadora Ana Dalva, é prestigiar os talentos da nossa região e estreitar os laços de amizade que permeiam as relações entre Heliópolis e Poço Verde.
Vereador zangado I
Como o queixoso não divulgou o meu nome, apenas me denominando do “Blogueiro”, passo a chamá-lo de “Agente de Saúde do DEM”, sem que isso represente um menosprezo ao partido, mas tão somente para poder identificá-lo melhor para o público. Segundo o tal Agente, este blogueiro disse que ele traiu o seu partido, se afastando do vice-prefeito e se atrelando incondicionalmente ao prefeito. Ele está certo. Confirmo. Inclusive a esposa dele está nomeada para cargo comissionado na secretaria de educação. Ele confirmou que Gama Neves o ajudou, mas deu a entender que não precisava do vice-prefeito para se eleger porque elegeu a mulher para o Conselho Tutelar e completou dizendo: “O blogueiro não elegeu seu irmão.”. Mentiu só no primeiro caso. Sem Gama ele não seria hoje vereador. Já no segundo caso, é verdade. Eu não elegi o meu irmão. Ele foi eleito pela comunidade para o seu segundo mandato como Conselheiro Tutelar, na mesma época que a esposa dele foi eleita por ele para o órgão em questão.
Vereador zangado II
O mesmo “Agente de Saúde do DEM” tentou denegrir o “Blogueiro” informando que ele não conseguiu se reeleger para Diretor do Colégio Estadual José Dantas de Souza. Na visão dele, isso é motivo de desqualificação para uma pessoa. Só que ele se esqueceu de relatar outras derrotas deste blogueiro. Fui derrotado para prefeito em 2004, Ana Dalva perdeu duas eleições para vereadora, fui derrotado para Deputado Federal, fui também derrotado para a eleição de presidente do PT. Se fizermos as contas, acho que em política levei mais porrada do que venci. Mas há duas coisas que podemos confrontar: os serviços prestados ao município de Heliópolis e o uso da ética na política. O “Blogueiro”, pode usar a máquina calculadora, está disparado na quantia de benefícios e serviços que prestou a Heliópolis e nunca precisou burlar a ética a ponto de ter que sair do município por, digamos, não honrar compromissos financeiros ou eleitorais. Isso tudo sem precisar bajular prefeitos eleitos em troca de cargos para si ou para parentes.
Vereador Zangado III
Ainda o “Agente de Saúde do DEM” tocou na eleição de Ana Dalva e revelou, ao seu modo, a reunião do dia 28 de Dezembro na minha biblioteca. Ele só falou a parte que interessava a ele. Não disse, por exemplo, que havíamos combinado que os três, ele, Ana Dalva e José Clóvis, escolheriam um entre eles para ser o Presidente da Câmara de consenso e que Ildinho seria chamado apenas para dar apoio. Ele queria que o prefeito escolhesse um nome entre os três. A insistência dele foi que me fez perceber que já havia uma combinação entre ele, Clovis, Ildinho e Gama para escolhê-lo. E fui bem claro com ele quando disse que não era aconselhável fazer daquela forma. Como Ana Dalva foi voto vencido, ela confirmou votar nele, mas não participaria da chapa. Sem Ana Dalva, ele só formaria chapa com a oposição. Sectarista como é, jamais se permitira a isso e aconteceu o que aconteceu.
Vereador Zangado IV
O outro vereador também não citou o meu nome, mas fez referência a uma postagem onde coloco um relato de uma fonte sobre negociatas. O vereador se sentiu ofendido porque não citei os nomes. É claro que o vereador está fazendo jogo para que todos saibam que o seu nome não está entre os dois prováveis que estão querendo pular do barco da oposição. Só que o mesmo vereador confirmou as ofertas feitas abertamente no dia da eleição da mesa diretora. Ele mesmo classificou como algo inadmissível, mas não há na Justiça nenhum processo aberto contra nenhum corruptor. Por quê? Porque isso é prática comum dos que assumem o poder em Heliópolis. Acham que podem comprar todo mundo. Ou o vereador se esqueceu do que aconteceu nas administrações anteriores, inclusive na passada? Então um crime foi cometido por este blogue porque não divulga nomes? Eu é que sou o criminoso? A política de Heliópolis vira uma negociata esbugalhada e nojenta com o dinheiro público e o blogue é que comete crimes? Pois bem, vereador. Não vou divulgar as minhas fontes de informação de jeito nenhum, mas juro que, assim que tiver os nomes do corruptor e dos corrompidos, se houver, divulgarei aqui. No caso específico citado, parece que a coisa não andou porque os dois edis não toparam e vão continuar na oposição. Ainda bem!
Direito de resposta
Não há necessidade de maiores problemas. Qualquer pessoa que se sentir ofendida por alguma postagem do Landisvalth Blog é só mandar e-mail para Landisvalth@oi.com.br ou entregar por escrito e assinado. Não adianta ligar para mim ou tentar conversar. Preciso ter nas mãos algo concreto para provar que dei direito de respostas. Palavras ficam no ar. Use um e-mail de sua autoria, trate exclusivamente da questão e aguarde. Lembre-se que este blog emite opiniões pessoais e eu posso contestar, treplicar, replicar.... Você também pode enviar opiniões e textos. Neste caso, terei que mediar.
Novo horário das sessões 
Os vereadores da Câmara Municipal de Heliópolis, por acordo, transferiram o horário das sessões para a segunda-feira, às 9 horas da manhã, a partir da próxima reunião, dia 12 de Agosto.