Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Toninho: “Ricardo Maia não disse para que veio.”

O vereador Toninho – Antônio Bernardo Costa Neto – PSD – eleito na coligação que do prefeito Ricardo Maia, de Ribeira do Pombal - foi entrevistado pelo Landisvalth Blog e falou sobre sua situação política, o prefeito e as manifestações pelo pais a fora.  
O vereador Toninho foi entrevistado pelo Landisvalth Blog
na sede do Democratas, em Heliópolis.  
(foto: Landisvalth Lima)
O vereador Toninho está hoje fazendo parte da bancada da oposição ao prefeito Ricardo Maia, na Câmara de Vereadores de Ribeira do Pombal. Dos 13 vereadores, oito estão com o prefeito e cinco transitam na oposição. O vereador Toninho foi eleito pela bancada do prefeito e revelou ao Landisvalth Blog o verdadeiro motivo do rompimento: descumprimento de acordo por parte do prefeito. “O país tem mudado muito e é preciso falar a verdade: na política prevalecem os acordos. A partir do momento em que os acordos não são cumpridos, os prejudicados têm que procurar alternativas. Foi isso que aconteceu. E não estou envergonhado por isso. Estaria se tivesse largado a luta da oposição para aderir ao poder em troca de benesses.”, disse. Toninho não revelou o acordo não cumprido por Ricardo Maia, mas deve ter sido algo relacionado com o seu desligamento da Secretaria de Ação Social do município, cargo que ocupou no início da gestão do atual alcaide.
Toninho falou ainda que vai cumprir a sua função como vereador que é fiscalizar a aplicação dos recursos públicos e contribuir para a melhoria da vida das pessoas. Com relação ao trabalho do prefeito Ricardo Maia, Toninho foi taxativo: “Não fui para a oposição para ser incoerente. Se eu tivesse que dar uma nota ao prefeito, de zero a dez, daria cinco. Para mim, sua administração é sem sal e sem açúcar. Não fez nada que possa contribuir para sua classificação com bom gestor, tampouco tenha feito algo a ponto de comprometer o nome dele.”, afirmou. Toninho disse ainda que até o momento não ofereceu nenhuma denúncia ao Ministério Público, mas que está apurando três ou quatro fatos, relacionados a empresas de vários municípios ao derredor do Ribeira do Pombal, envolvendo superfaturamento, mas não quis adiantar maiores detalhes para não prejudicar a apuração. E concluiu dizendo que Ricardo Maia é um prefeito que não disse para que veio e pode ser classificado como mediano. 
O vereador Toninho opinou ainda sobre as manifestações no país e citou Aécio Neves, dizendo que as transformações não podem ser vagarosas a ponto de parecer provocação nem tão rápidas que possam revelar covardia. Disse que a classe política está tão envergonhada do seu desempenho que foi incapaz de manter a ordem. Segundo ele, o vandalismo tomou conta do processo e desvirtuou o verdadeiro sentido das manifestações. “O povo não é contra a Copa do Mundo, mas quer que os recursos também sejam usados em educação, saúde, moradia, transporte...Esse manifesto foi ofuscado pela desordem, pelo quebra-quebra e amedrontou as autoridades, que se acovardaram e não mantiveram a ordem. Tirando a violência, as manifestações valeram e contribuíram para que alguns absurdos começassem a ser corrigidos no Brasil.”, concluiu.