Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Prefeitos insatisfeitos querem fechar as portas das prefeituras

Prefeitos Romualdo, Zé Aldo, Batistinha e Cleigivaldo
 ao lado de Dilma
Cerca de trezentos prefeitos baianos estiveram presentes nesta última quinta-feira (4) no Centro de Convenções da Bahia, para o lançamento do Plano Safra para convivência com o Semiárido do governo federal. A presidenta Dilma Rousseff (PT) fez questão de vir a Salvador, fazer o lançamento pessoalmente. Presentes também, os governadores Jaques Wagner (PT) Bahia, Eduardo Campos (PSB) Pernambuco, senadores Walter Pinheiro (PT) e Lídice da Mata (PSB), prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), a presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Maria Quitéria (PSB), deputados federais, estaduais, vereadores e lideranças políticas. A festa contou com a entrega de 323 equipamentos – 130 retroescavadeiras e 193 motoniveladoras e simbolicamente entregou 250 ônibus escolares do Programa Caminho da Escola. Heliópolis não foi contemplada com as retros, mas o prefeito Ildefonso Fonseca compareceu à cerimônia. Os prefeitos dos municípios de Sítio do Quinto, Canudos, Coronel João Sá, Cícero Dantas, Adustina, Novo Triunfo, Antas e Jeremoabo também participaram da cerimônia.  Os pequenos agricultores do semiárido serão beneficiados com 84.846 cisternas. Dilma assinou Ordem de Serviço para execução por intermédio da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), para implantação de 38.252 cisternas no seminário da Bahia. O investimento é de R$ 217,25 milhões, beneficiando mais de 195 pessoas. Os municípios da nossa região beneficiados com a entrega de retroescavadeiras foram Araci, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Inhambupe, Monte Santo, Olindina, Paulo Afonso, Serrinha, dentre outros.
UPB
A tarde os prefeitos, vereadores, lideranças políticas se reuniram na sede da UPB, para um seminário técnico com a Câmara Setorial Inova Prefeitura, diversos temas foram debatidos, com representante do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), do seguimento jurídico, mas o clima teve seu momento de tom político. Depois de tantas informações uma participante e sindicalista de prenome Rosa, da APLB de Ibirapitanga, pediu a palavra e disse à plateia que chegava de tanta “enrolação, blá-blá-blá” se referindo as respostas dos palestrantes, e conclamou a população para irem às ruas e pedir ao governo federal mais dinheiro para os municípios. O apelo foi cooptado pela prefeita de Barro Preto, Jaqueline Reis da Mota e o prefeito Jabes Ribeiro (PP) de Ilhéus, conclamando os prefeitos para fecharem as portas das Prefeituras por um dia e protestarem junto com o povo nas ruas e cobrarem o Pacto Federativo. A gestora de Barro Preto, Jaqueline Reis, disse que não vai a XVI Marcha a Brasília em defesa dos municípios porque não resolve nada e só gasta dinheiro. A última Marcha que participou teve que tirar recursos de seu bolso, para pagar os débitos que fez. Jabes concluiu “estamos todos mortos”. A sindicalista Rosa convidou Jabes, para juntos darem inicio a manifestação e usarem as redes sociais.

Fonte básica: Itamar Ribeiro/www.itamarribeiro.com.br, em postagem do portal Jeremoabo Agora, feita por ADALBERTO MORENO.