Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

terça-feira, 9 de julho de 2013

Ildinho recepciona mais 3 deputados e 1 Secretário


Secretário José Carlos Aleluia, Vice-prefeito Gama Neves (com o filho)
e o deputado Sandro Régis.
O domingo do São Pedro em Heliópolis foi muito concorrido. Nada menos que três deputados e o ex-Líder da Minoria no Congresso Nacional vieram prestigiar a festa do são Pedro e o prefeito Ildefonso Fonseca. O deputado federal José Nunes e os estaduais Sandro Régis e Vando, além do secretário de Urbanismo e Transporte da Prefeitura de Salvador, ex-deputado federal José Carlos Aleluia. Sandro Régis e Aleluia foram recepcionados por várias lideranças na casa do Vice-prefeito Gama Neves. Após darem entrevistas a este blog, ao Beto Moura Produções e ao Jornal Impacto, o vice-prefeito os conduziu à Rádio Heliópolis FM, onde gravaram entrevista, e à residência do secretário de administração Beto Fonseca. Lá estavam aguardando os deputados Zé Nunes e Vando. De lá seguiram para o palco principal da festa, depois de serem saudados por eleitores e lideranças.
Ao chegarem ao ponto principal do evento, tiveram seus nomes anunciados, mas, diferentemente do que aconteceu na sexta-feira, com as presenças de Fátima Nunes e Edson Pimenta, não foram apresentados ao público e muito menos usaram a palavra. A vereadora Ana Dalva acompanhou o grupo desde a casa de Gama Neves, ao lado do secretário de Infraestrutura Valdelício Dantas da Gama, do ex-vereador Mundinho do Tijuco e do ex-prefeito Zé do Sertão. Os vereadores Raimundo Sabiá, Ronaldo Santana e José Clóvis estavam na casa de Beto Fonseca, mas acompanharam o grupo ao palanque de longe. O secretário de Saúde Renilson Alves também estava na área de acesso ao palco, mas logo foi embora.
Gama isolado....
O encontro serviu para revelar uma clara divisão no grupo que levou Ildefonso Fonseca à prefeitura.  A impressão que se tem é que Ildinho só não se livrou de Gama Neves e de Ana Dalva porque não pode. Gama, como vice-prefeito, está completamente isolado. Até o único vereador eleito pelo DEM, que inclusive recebeu toda estrutura para se eleger do próprio Gama Neves, aderiu incondicionalmente ao prefeito e evita até estar onde o vice-prefeito se encontra. Na casa de Beto Fonseca, ao ver que Aleluia e Gama estavam próximos à mesa, saiu disfarçadamente para outro local. O único vereador do DEM, literalmente, contribuiu para o isolamento político de Gama. O que o poder é capaz de fazer com alguns espíritos fracos, não é mesmo?
...Mas não morto
E quem conhece política verá que o combustível para a luta, muitas vezes, é o desprezo. O vereador eleito pelo DEM cuspiu no prato que comeu e, na sua luta insana pelo poder, esmaga quem alicerçou seu caminho para a Câmara Municipal. O vice-prefeito vai reconstruir um novo caminho e a recepção a Sandro Régis e José Carlos Aleluia faz parte desta estratégia. Ele não vai abrir o jogo, mas já deu demonstrações de que o que está acontecendo com ele não ficará barato.
Ildinho no PT?
Ildinho feliz ao lado de Fátima Nunes e Edson Pimenta. (foto: Jorge Souza)
O prefeito estava visivelmente irritado. Algo o incomodava. Chegou a dar declarações que estava com Gama. Ocorre que ele manda anunciar o nome do vice, mas o vice não dá pitaco em nada. Recebeu substancial ajuda de José Nunes, de Vando, de José Carlos Aleluia, de Sandro Régis, mas está flertando com PT e PSD. Ildinho ficou zangado por não noticiarem que ele esteve com Dilma e Wagner em Salvador e ficou tímido diante de Gama Neves, José Carlos Aleluia e Sandro Régis. Minha conclusão é que Gama Neves e Ana Dalva são as pedras no sapato que incomodam o caminho de Ildinho para os braços do PT. Quero ver se acontecesse a eleição de Aécio Neves ou Marina Silva como ficaria esta história.
Tentativa frustrada
Gama ainda tentou conversar com Ildinho para uma aproximação entre ele, Ana Dalva e o prefeito. O objetivo era direcionar a administração ao que foi prometido ao povo. Ildinho quer Gama e Ana Dalva longe da prefeitura porque, na visão dele, eles não se dão bem com o filho e com Roberto da Farmácia. Tentei convencer Gama de que o problema não é Beto Fonseca, nem Roberto da Farmácia, nem Antônio Jackson, nem mesmo algum secretário ou vereador. O problema é o próprio Ildinho. A vida dele inteira ele fez as coisas por sua cabeça e acha que política é assim também. No palco, na sexta-feira, com Fátima Nunes e Edson Pimenta, o homem era só sorrisos.  No domingo, parecia sabão. E visivelmente irritado. Só nos resta esperar que ele esteja no caminho certo e cumpra o que está falando. Só que o prefeito está falando, mas....