Novidade

terça-feira, 2 de julho de 2013

Garoto é atingido por tiro na cabeça em manifestação

PAULO PEIXOTO – da Folha de São Paulo

Vanderlei Gomes da Fonseca foi preso em casa
(foto. Record Minas)
Um menino de 12 anos foi atingido na cabeça por um tiro disparado por um policial militar aposentado na noite desta segunda-feira (1º) em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Testemunhas relataram que o homem estava incomodado com os barulhos de uma manifestação que pedia melhoria na coleta de lixo do bairro, onde mora o PM aposentado. O adolescente Lucas Daniel Alcântara Lima está internado em estado gravíssimo no pronto-socorro do hospital João 23, segundo a assessoria da rede Fhemig (Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais). Amigos e parentes do garoto disseram que ele não participava da manifestação. O garoto havia saído para comprar pão, segundo a família. De acordo com a Polícia Militar, durante a manifestação alguns sacos de lixo foram retirados das lixeiras pelos manifestantes e queimados na rua. O policial militar aposentado Vanderlei Gomes da Fonseca, 72, saiu armado de casa e disparou um tiro, que atingiu a cabeça do menino. O homem foi preso em flagrante em casa. Depois, foi levado para a delegacia. Ele ficará preso em uma unidade prisional da Polícia Militar, segundo o major Marcos Antônio Dias. Fonseca disse na delegacia a uma equipe de reportagem da TV Globo que atirou para "dispersar" os manifestantes, mas que o tiro acabou acertando o menino. A polícia não soube informar se o PM aposentado já tem advogado.