Exclusivo!

Poço Verde nega título a Lula. E daí?

A cegueira ideológica impede a transformação real da sociedade (foto: porvir.org.) Dizem que o Brasil está tão dividido que é preciso ...

Novidade

terça-feira, 30 de abril de 2013

Polícia Civil de Cícero Dantas estoura boca de fumo

Garrancho, Diego de Zefa e Silas atuavam na Boca de Fumo do bairro Populares
(foto: Policia Civil de Cícero Dantas)

Nesta madrugada de 30/04, sete pessoas foram capturadas pelo Serviço de Investigações da Delegacia Territorial de Polícia de Cícero Dantas. Segundo o Delegado Titular Ozório Miguel, somente três são maiores de idade: “São pessoas com histórico de má conduta social. Eles estão sendo autuados em Flagrante de Delito pelos crimes de associação para o tráfico de drogas, pelo tráfico de tóxicos propriamente dito, pela facilitação e indução de terceiros para o uso de substâncias entorpecentes, por porte e posse ilegal de armas de fogo, posse ilegal de arma branca, corrupção de menores, adulteração de sinais automotores, e, no curso das investigações, possivelmente, serão indiciados ainda por formação de quadrilha e estupro de vulnerável, visto que dois deles mantiveram relações sexuais com as adolescentes apreendidas, quando elas tinha menos de 14 anos de idade.” Afirmou. Também  segundo o Dr. Osório, estão levantando informações a cerca da procedência da motocicleta que apresenta sinais de adulteração em seus identificadores , o que ainda pode ensejar no crime de roubo, furto ou receptação.
Objetos apreendidos em posse da turma da Boca de Fumo do bairro Populares
(foto: Polícia Civil)   
Os maiores que estão presos são Genivaldo de Jesus Rosário (Garrancho), 24 anos, José Diego da Silva (Diego de Zefa), 20 anos, e Silas Ferreira da Silva (Silas), 19 anos. Com o bando foram apreendidos mais de R$ 500,00 em dinheiro, aparelhos de telefonia celular, um punhal tático, um revolver calibre 32 e um rifle calibre 38 municiados, além de uma balança de precisão, cocaína, crack e maconha. Também foi encontrada uma motocicleta com chassi pinado e cores adulteradas. O bando foi surpreendido dentro de um casa no Bairro Populares, após denúncia de outro menor de idade, surpreendido pelos investigadores em posse de substância entorpecente. Os maiores de idade estão presos na Delegacia à disposição da Justiça, sendo que os menores de 18 anos foram entregues aos seus familiares como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente.