Exclusivo!

Mais duas mortes trágicas em Heliópolis

Mariza Alves sofria de asma Adriano faleceu em acidente A cidade de Heliópolis tem vivido uma das maiores epidemias de mortes de...

Novidade

sexta-feira, 15 de março de 2013

Prefeitura de Heliópolis gasta 60 mil em computadores e Internet só em dezembro

Vereadora Ana Dalva

O mês de dezembro deve trazer péssimas recordações ao servidor público municipal de Heliópolis. É que não receberam o 13º salário da administração anterior. Também devem estar indignados os servidores que tiveram seus nomes negativados no SPC/SERASA, por causa dos consignados da Caixa Econômica Federal, descontados no salário, mas não repassados à instituição pela administração municipal, mesmo o município tendo arrecadado quase 3 milhões no referido mês. Agora vão ficar, além de indignados, convictos de que neste país as leis foram feitas para proteger aqueles que não as seguem. É o que revela a descoberta da vereadora Ana Dalva, presidente da Câmara Municipal de Heliópolis. Ele está terminando o levantamento do último mês da administração passada e o que descobriu é uma ofensa a qualquer nação comprovadamente corrupta. Além dos exorbitantes gastos com combustíveis, Ana Dalva revela dois fatos que se aproximam de um filme de terror.
O primeiro é um conjunto de pagamentos feitos à empresa Leila Sabrina Morais Reis ME, localizada na Rua Poço Verde. Trata-se da Real Net, criada em 23 de Fevereiro de 2010. A empresa prestou serviços no fornecimento de Internet e Link de comunicação para tráfego de aplicações cooperativas. A empresa foi vencedora do processo licitatório nº 05/2012, com inexigibilidade. No mês de dezembro, esta empresa recebeu 15 pagamentos da Prefeitura de Heliópolis de diversas rubricas, totalizando a soma fantástica de 30 mil reais. Se levarmos em conta que a OI oferece banda larga em Heliópolis a 40 reais por cliente, daria para a prefeitura fornecer internet grátis a 750 famílias em Heliópolis. Ana Dalva ainda compara com a internet que a Câmara Municipal de Heliópolis paga por mês: 300,00 reais. “Se todas as secretarias e órgãos de Heliópolis, localizados na sede, tivessem Internet banda larga, todo este dinheiro daria para pagar os serviços o ano inteiro, com muita sobra!”, afirma.
Outra empresa agraciada com pagamentos generosos foi a velha e conhecida Marilene Dantas dos Santos e Companhia LTDA – ou Ideal Informática – localizada na Avenida Ferreira Brito, em Ribeira do Pombal. Foram 27 pagamentos de várias rubricas orçamentárias para manutenção preventiva e corretiva de impressoras, copiadoras, microcomputadores e monitores. O processo licitatório é o de Carta Convite nº 002/2011 e os valores bateram exatos 30 mil reais. A radiografia das contas da Prefeitura Municipal até dezembro de 2012 está quase pronta e mostra uma coisa comum: só falta dinheiro quando é para beneficiar o povo. “Estes 60 mil jogados no ralo da corrupção, porque todos sabem que em dezembro quase nada funcionou na administração de Heliópolis, daria para pagar o 13º de vários servidores ou daria para pagar 3 equipes do PSF. Não sei onde vamos parar com tudo isso!”, disse indignada a vereadora Ana Dalva. Ela promete mais revelações na próxima semana.
Apreensão de animais
Um carro para apreensão de animais já circulou nesta sexta-feira pela rodovia BA 393. O objetivo e apreender os animais soltos na rodovia, causadores de vários acidentes. A ação é consequência de um bom trabalho desenvolvido pelo vereador Washington Andrade, ou Washington da Padaria, em parceria com o Núcleo dos Direitos Humanos da cidade de Cícero Dantas. São atitudes como estas que nos fazem acreditar que há uma luz no fim do túnel e parece que ainda não estamos nas trevas da república do faz-de-conta.
Valdimir Herzog
Vladimir Herzog
A família do jornalista Vladimir Herzog, morto em 1975 durante a ditadura militar, recebe nesta sexta-feira (15) uma versão retificada do atestado de óbito. O novo documento, revisado após determinação da Justiça, consta como causa da morte "lesões e maus tratos sofridos durante o interrogatório em dependência do 2º Exército (DOI-Codi)", em substituição à versão de "asfixia mecânica por enforcamento", divulgada pelo exército ao alegar um suposto suicídio. "É uma grande vitória. Quando você tem um atestado mentiroso e é obrigado a aceitá-lo é quase que um processo de humilhação para família", disse Ivo, um dos filhos do jornalista. A alteração no documento ocorre após um pedido da Comissão Nacional da Verdade, acatada pelo juiz Márcio Bonilha Filho, da 2ª Vara de Registros Públicos de São Paulo. Para Marco Antônio Barbosa, presidente da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos da secretaria de Direitos Humanos e advogado da família, a retificação do documento é "essencial e importante para a consolidação de um Estado democrático de direito". (Folha de São Paulo).
Prostitutas aposentadas
As meninas estão aposentadas
Duas prostitutas gêmeas de 70 anos que trabalham no distrito da Luz Vermelha de Amsterdã, na Holanda, anunciaram sua aposentadoria. Com experiência conjunta de mais de 100 anos, Louise e Martine Fokkens estariam com problemas de saúde, segundo o Daily Mail. Martine tem três filhos; Louise tem quatro e sofre de artrite, o que torna impraticável fazer sexo em algumas posições, segundo ela. Martine ainda relatou a dificuldade para atrair clientes nos últimos anos, com a exceção de um senhor que gosta de sessões semanais de sadomasoquismo e era seu único cliente atualmente. “Era como se ele viesse para uma missa de domingo”, comparou. As irmãs também se queixam das atuais condições de trabalho e lembram “os anos dourados” da prostituição em Amsterdã, antes da chegada da máfia. “É muito diferente agora. Costumávamos sentar nas janelas com roupas. A legalização de bordéis em 2000 não melhorou a vida das prostitutas”, disseram. (Bahia Notícias).
Dominguinhos em coma
Dominguinhos
Um dos melhores sanfoneiros do planeta está em risco de nos deixar. O estado de saúde de Dominguinhos se agravou e o cantor, que está internado há quase três meses no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, entrou em um coma irreversível, sem expectativas de acordar. A família e os amigos mais próximos foram comunicados sobre a situação no dia 25 de fevereiro, mas só agora resolveram divulgar o estado do músico em respeito aos fãs.
Será que precisamos disso, Fátima Nunes?
Deputada Fátima Nunes
Na tentativa de ficar "bem na fita" com os servidores públicos estaduais, a deputada Fátima Nunes (PT) apresentou, em setembro de 2011, um projeto de lei na Assembleia Legislativa que poderia significar um sonho para o trabalhador – como ela mesma justificou no documento – ou um pesadelo para a máquina, gerida justamente pelo seu colega de partido, o governador Jaques Wagner. Conforme a proposta da petista, apesar do déficit de profissionais em diversos órgãos, cada um dos mais de 190 mil funcionários ativos das repartições administradas pelo Estado seria contemplado com folga no dia do seu nascimento. Logo no artigo 1º do PL, ela solta a língua-de-sogra: “Fica concedido ao funcionário ou servidor público (estatutário e celetista) integrante do Quadro de Pessoal dos Poderes Executivo- Administração Direta, Autárquica e Fundacional, Legislativo e Judiciário, e dos respectivos órgãos Tribunal de Contas do Estado, Defensoria Pública e Ministério Público Estadual, o direito de se ausentar do trabalho por 01 (um) dia útil, a ser usufruído na data de seu aniversário natalício”. Mas haveria exceção à regra, no entendimento da parlamentar, em casos bem específicos: férias, licença e falta de expediente no dia de soprar velinhas; ou ainda para profissionais punidos com suspensão nos últimos três anos ou que tivessem três faltas injustificadas nos 365 dias anteriores à promulgação da norma. “O aniversário é um evento que merece ser celebrado e, tendo em vista que é cultural a comemoração, nada mais justo do que conceder essa folga aos servidores”, argumentou Fátima Nunes. Não fosse a Comissão de Constituição e Justiça da Casa, que barrou a matéria esta semana, em vez de bolo e guaraná, a bexiga dos órgãos estaduais poderia estourar de tanto pique-pique-pique. (Bahia Notícias).
Precisa-se, mas sempre falta!
Os 21 municípios vinculados à 12ª Diretoria Regional de Saúde (Dires), com sede em Serrinha, estão com dificuldade em adquirir agulhas para realizar a vacinação das crianças com até cinco anos de idade nos postos médicos. O problema teve início em novembro do ano passado e os municípios da região sisaleira da Bahia ainda não conseguiram regularizar os estoques. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Conceição do Coité, um dos municípios que integram a 12ª Dires, o material precisou ser comprado no início do ano com recursos próprios, mas a quantidade é considerada insuficiente para atender à quantidade de pacientes que procuram as unidades. Contatada pelo Bahia Notícias, a Sesab informou que houve uma "falta pontual" por conta do aumento inesperado da demanda. Segundo a pasta, todos os procedimentos necessários para aquisição do material já foram realizados e a previsão de entrega das agulhas é para o final de março. Apesar do problema, a Sesab informou que a 12ª Dires possui estoque do produto, que é distribuído prioritariamente aos municípios que apresentam maior demanda imediata. Eita! Bahia de meu Deus!