Exclusivo!

Lula aposta no convencimento da mentira

Novidade

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

59 mil para Festa da Independência desapareceram!


Por Rodrigo Aguiar – do Bahia Notícias
A bela Ilha de Maré não teve sua Festa da Independência em 2011. Quase 60 mil desviados!
Os moradores da Ilha de Maré não tiveram festa de Sete de Setembro no ano de 2011, embora R$ 59,9 mil tenham sido repassados com tal objetivo à Associação dos Amigos de Praia Grande de Ilha de Maré e Adjacências, em um convênio firmado com a Empresa Salvador Turismo (Saltur). “O que eu posso dizer é que essa festa não aconteceu”, disse ao Bahia Notícias Ana Lessa, antiga administradora das ilhas. “O valor é destinado ao pagamento do projeto Festa da Independência 2011, no dia 7 de setembro de 2011, na Ilha de Maré nas localidades de Praia Grande, Santana e Bananeiras”, diz o documento, assinado pelo ex-presidente da Saltur, Cláudio Tinoco (atualmente vereador da capital baiana pelo DEM), e pela presidente da associação, Floriceia das Neves. A entidade apresentou, inclusive, uma programação com horários e eventos agendados para as três localidades e, posteriormente, em relatório de cumprimento do objeto, a realização da festa é mais uma vez citada. Uma das bandas mencionadas como atração do evento, a "Vim Te Conquistar" não recebeu nada, segundo o vocalista Bel Neves – conhecido como Bel Show –, auto definido como “dono” do conjunto. “Nunca teve evento de Sete de Setembro em Praia Grande”, afirmou. Em entrevista ao BN, Floriceia reconheceu que não há Festa da Independência na Ilha de Maré, negou que tenha desviado os recursos e tentou justificar a irregularidade, ao argumentar que o dinheiro foi utilizado em eventos em Bom Jesus dos Passos e Paramana. “Recebi a verba para pagar a empresa [Brilho Estrelar, responsável por contratar as atrações]. Todos os eventos foram realizados, a maioria em Bom Jesus. E ainda teve uma festa no dia 5 de outubro em Bananeiras. Eles pensam que R$ 50 mil é muito dinheiro e alguém come. Eu sou muito honesta”, definiu-se. Outra possível incorreção está registrada em recibo da Brilho Estrelar, no qual consta a assinatura de Edval Fernandes da Silva, que reconhece o recebimento de R$ 2,5 mil referentes a pagamento feito à Vim te Conquistar. Além de negar a existência da festa e do pagamento, Bel afirmou que não há ninguém com esse nome ligado à banda.