Exclusivo!

A corrupção bolivariana do PT

Gleisi Hoffmann aposta no Brasil como uma Venezuela (foto:Wenderson Araújo)       A senadora Gleisi Hoffmann não é apenas a representa...

Novidade

sábado, 22 de dezembro de 2012

Violência na Bahia: Policiais imploram para não morrer


Três policiais militares são baleados em tiroteio com bandidos em Cachoeira.Baleados, os policiais tiveram de pedir aos criminosos que não os matassem. A viatura ficou destruída. Os bandidos fugiram levando as armas dos policiais, os coletes à prova de balas, além da munição.
Da Redação do CORREIO
Três policiais militares ficaram feridos em uma troca de tiros com 12 bandidos na madrugada deste sábado (22) no município de Cachoeira, a 130 km de Salvador. Baleados, os policiais tiveram de pedir aos criminosos que não os matassem. Segundo informações da delegacia, os três PMs faziam uma ronda notura por volta das 2h quando foram fechados por um veículo com homens armados. Em seguida, outros dois veículos com criminosos cercaram os policiais. Houve uma intensa troca de tiros. Em menor número e com armas de menor poder de fogo do que os criminosos, os policiais ficaram no centro do tiroteio. A viatura ficou destruída. Os três acabaram sendo baleados: um no braço, outro na virilha e um terceiro foi atingido de raspão na cabeça. Feridos, os policiais se renderam enquanto os bandidos ameaçavam matá-los. Ainda de acordo com a Polícia Civil, os bandidos deixaram os PMs no local e fugiram levando as armas dos policiais, três pistolas e uma metralhadora, os coletes à prova de balas, além da munição. Os policiais pediram socorro a um veículo que passava no local do atentado e foram levados para um hospital no município de São Félix. Eles foram transferidos para o Hospital Emec em Feira de Santana. O estado de saúde de uma das vítimas é considerado mais grave.
Bahia é vice-líder em assassinato de policias
Um levantamento realizado pelo jornal Folha de São Paulo em outubro mostra que um policial é assassinado a cada 32 horas no Brasil. Na Bahia, 16 policiais já foram mortos este ano o que coloca o estado em segundo lugar no ranking brasileiro, ao lado do Pará, que também computou 16 PMs assassinados. O estado brasileiro campeão é São Paulo, que acumula quase a metade das ocorrências, com 98 policiais mortos, sendo 88 PMs. O Estado concentra 31% do efetivo de policiais civis e militares do país, mas responde por 43% das mortes desses profissionais em 2012. No total, ao menos 229 policiais civis e militares foram mortos no mesmo período no Brasil, a maioria deles, 183 (79%), estava de folga. Muitos dos policiais morrem em atividades paralelas à da corporação, no chamado “bico”. Em vários Estados, os policiais reclamam de falta de assistência.
Com informações complementares da Folha de São Paulo e do portal Fala Barreiras.