Exclusivo!

Mais duas mortes trágicas em Heliópolis

Mariza Alves sofria de asma Adriano faleceu em acidente A cidade de Heliópolis tem vivido uma das maiores epidemias de mortes de...

Novidade

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Apagão começou com problema em Tocantins



Salvador ficou às escuras por cerca de 3 horas.
O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) confirmou que um curto-circuito provocou o apagão que afetou estados do Nordeste e do Norte na madrugada sexta sexta-feira (26). Em nota, a instituição detalhou que o problema ocorreu à 23h14 da quinta-feira (25), no segundo circuito da linha de transmissão em 500 KV Colinas-Imperatriz. A linha faz parte da interligação entre os sistemas Sul/Sudeste/Centro-Oeste e Norte/Nordeste. De acordo com o ONS, o defeito em uma chave da linha de transmissão foi eliminado pela atuação da subestação Colinas, com o desligamento de oito circuitos de 500 kV conectados a ela. Segundo o gerente regional da Eletronorte, Carlos Humberto de Souza e Silva, o curto-circuito aconteceu na linha 2, de responsabilidade da empresa Taesa, do grupo Cemig. Outras quatro empresas também gerenciam operações na subestação. "A subestação é como um condomínio, cada linha é de responsabilidade de uma empresa. Acreditamos que um cabo condutor de energia que liga a linha de transmissão à chave, teria tido sofrido um curto-circuito que aconteceu às 23h14", disse o gerente em entrevista coletiva em Palmas (TO). "Não sabemos como estavam as condições climáticas da área. Então pode ser que um raio tenha atingido a linha e causado o curto. O ONS está investigando a causa", disse. Uma equipe da empresa Taesa está a caminho de Colinas e representantes de todas as empresas que compõem a subestação se reúnem na sede do ONS, no Rio de Janeiro, na tarde desta sexta. Segundo a ONS, com o isolamento da região Nordeste, houve uma queda acentuada de tensão e frequência que provocou o desligamento total das cargas dessa região, no volume de 9.500 MW. Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) informou que o estado inteiro ficou sem luz. A situação começou a ser reestabelecida por volta das 1h40, com o recebimento de energia vinda das usinas de Itapebi e Funil. Na região Norte, houve o desligamento de 3.400 MW, correspondendo a 77% da carga total. A cidade de Belém não foi afetada, sendo suprida diretamente pela usina hidrelétrica de Tucuruí. As regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste não foram afetadas pela perturbação.
Gabriela
Os apagões estão virando rotina no Brasil
Depois do apagão ocorrido na noite desta quinta-feira (25), por conta de uma interrupção no fornecimento de energia, muita gente ficou revoltada por ter perdido o penúltimo capítulo da novela “Gabriela”. Pensando nisso, a Globo resolveu repassar o episódio da trama nesta sexta-feira (26), permitindo que a Bahia possa acompanhar o desenrolar da história baseada no livro do baiano Jorge Amado. O capítulo final vai ser televisionado no sábado (27), depois do programa Zorra Total.
Sangue perdido
A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) convoca nesta sexta-feira (26) a população de todo o Estado a doar sangue em suas 25 unidades. A convocação se deve à perda de estoques de bolsas de sangue provocada pelo apagão que atingiu o Nordeste na noite desta quinta-feira (25).  Em algumas unidades, os estoques foram prejudicados por problemas de refrigeração. Segundo o órgão, o material foi prejudicado em algumas unidades da Hemoba devido a problemas de refrigeração nas bolsas de sangue. O horário de funcionamento em algumas unidades de coleta e transfusão será ampliado a fim de auxilar na procura dos doadores de sangue. Para doar, basta estar em boas condições de saúde, estar pesando acima de 50 kg, ter entre 16 e 67 anos. Os menores de idade só podem doar com autorização formal e presença do responsável. As recomendações médicas são: ir bem alimentado, ter dormido o mínimo de 6 horas na noite anterior, não ter ingerido bebida alcoólica 12 horas antes da doação e não ter fumado nas últimas 2 horas, além de evitar alimentos gordurosos.
Sete horas sem água
O apagão que atingiu o Nordeste brasileiro causou a interrupção do abastecimento de água de Salvador e Região Metropolitana. Segundo a Embasa, os reservatórios da rede distribuidora deixaram de receber água por um período de 7 horas, o que comprometeu o fornecimento. “Durante o dia de hoje, o serviço de abastecimento está sendo regularizado gradativamente e a estimativa é de que esteja completamente normal nas próximas 48 horas. Caso ocorra algum problema no funcionamento de equipamentos da rede distribuidora, durante o reequilíbrio do sistema, este prazo pode ser estendido”, informou a empresa baiana através de nota.
Eventos corriqueiros
A sequência de quedas de energia, que têm afetado diversas regiões do país nas últimas semanas, pode não se tratar de mera coincidência, admitiu o ministro de minas e energia, Márcio Zimmermann. "Já é a terceira semana seguida em que isso acontece e vamos tomar todas as providências para análise do que ocorreu", disse, ao chegar ao Ministério para reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), marcada para às 11 horas desta sexta-feira (26). "Estas ocorrências têm sido registradas sempre com uma falha de equipamento e com a não atuação da primeira proteção, levando a eventos de grandes proporções", concluiu o ministro interino.
Com informações do Estadão, G1, Folha de São Paulo e Bahia Notícias.