Exclusivo!

Rede com nova direção na Bahia

Os novos dirigentes da Rede na Bahia (foto: Landisvalth Lima) O partido Rede Sustentabilidade elegeu neste domingo (10) a sua nova com...

Novidade

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Servidores públicos de Cipó entram em greve


Diálgo está difícil. Jailton Macedo não quer falar com Derckian 
Derckian (foto: Blog do Quintino)
Jailton Macedo (foto: Arildo Leone)
 Os servidores públicos do município de Caldas de Cipó-Ba, deflagraram greve nesta terça-feira(29). Segundo  a diretoria do Sindicato a decisão foi  tomada em Assembléia Geral do dia 23 de maio com o objetivo de tentar uma negociação com o Gestor Público Municipal. Depois de diversas tentativas de acordo com a administração pública municipal,  o prefeito municipal Jailton Ferreira de Macêdo insiste em não receber os membros do Sindicato e não responde às solicitações feitas.
Na última segunda-feira(28), a secretária de Educação Marizete Silva S. Oliveira enviou ofício ao vice-presidente do SISPUC, José Dário Alves Costa, solicitando a convocação da Comissão Representativa de Professores para uma reunião às 18:00hs na Secretaria Municipal de Educação. A Comissão juntamente com o Presidente do SISPUC, Derckian Andrade Santana Santos, dirigiram-se ao local no horário marcado e foram informados que a reunião iria acontecer na sede da Prefeitura. Os servidores foram recepcionados no Gabinete do Prefeito, mas a reunião não pode ser iniciada uma vez que o prefeito, mais uma vez, se negou a conversar com presidente do SISPUC, desta forma os servidores decidiram não participar da reunião. Após os servidores se negarem a participar da reunião, o gestor, mais uma vez com o seu habitual autoritarismo, liga para a rádio comunitária com ameaças a todos que não comparecerem em seu local de trabalho. Vale ressaltar que o Prefeito Jailton Macêdo (PT), deve saber o que é ser trabalhador, pois representa o partido dos trabalhadores, infelizmente tem atitude não condizente com o partido que representa.
Servidores aprovaram a greve por tempo indeterminado
Servidores de Cipó na luta por melhores dias
A diretoria do SISPUC acredita no fortalecimento do movimento, uma vez que, os servidores estão se conscientizando da importância do sindicato, comparecendo para filiar-se e participando do movimento. Os servidores elaboraram pauta com as seguites reivindicações: Adicional Noturno aos motoristas do hospital; Assistência Médica e Odontológica para todos os servidores; Homologação do Concurso Público; Apresentação do Plano de Carreira para todas as Categorias; Insalubridade para todos os profissionais que laboram na área da saúde; Periculosidade para as Merendeiras; Reajuste salarial dos Profissionais da Área da Educação e reformulação do Plano de Carreira do Magistério, garantindo o cumprimento imediato e integral da LEI Nº 11.738, que vincula o piso salarial profisional á carreira do magistério. E ainda:  Fixação de data base de reajuste salarial, com percentual correspondente à correção da inflação anual (retroativo a janeiro),  Implementar a gestão democrática em todas as escolas e os sistemas de ensino, conforme preceitua as normas educacionais e o Estatuto da Criança e do Adolescente (Eleição para os Diretores), Elaboração de um cronograma para as concessões de LICENÇA PRÊMIO e Mudança de quinquênio para anuênio para todas as categorias. Diante de todos esses acontecimentos, os servidores resolveram por unanimidade deliberar greve geral por tempo indeterminado.