Exclusivo!

Polícia Militar faz cerco a veículos irregulares

Sargento PM Cunha palestra no CEJDS (foto: Landisvalth Lima) O comandante do destacamento da Polícia Militar de Heliópolis, Sargento C...

Novidade

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Depois de reunião do Tijuco, PPS adia divulgação de chapa alternativa


     Como foi mantida a realização da pesquisa como parâmetro para escolha da chapa que representará o núcleo de oposição das eleições deste ano em Heliópolis, a vereadora Ana Dalva (PPS), em comum acordo com Gama Neves (DEM) e Raimundo Lima (PR), resolveu não anunciar a chapa comum aos três partidos que disputaria o pleito deste ano. Além disso, pesou também a ausência de Tiago Andrade (PTN), que está na convenção do partido em Salvador. Na verdade, por sugestão do professor Landisvalth Lima (PPS), caso derrubassem a pesquisa, os nomes para prefeito e vice seriam anunciados nesta segunda-feira (28). Ana Dalva e Gama levantaram a tese de que seria dado um tempo até o dia 10 de Junho para realização da pesquisa e do acesso aos seus resultados.
     Na reunião do Tijuco, na casa da pré-candidata Nilda Santana, só a anfitriã se pronunciou dando aberto o encontro. Em seguida falou Nestor (PMDB) que relatou detalhes de como será a pesquisa, ficando esta semana para definir o instituto e os valores que serão rateados entre cada pré-candidato. A ex-vereadora Zélia Maranduba confirmou a retirada do seu nome. Ficaram apenas os nomes de Ana Dalva (PPS), Adilson Barbosa (PP), Nilda Santana (PMDB), Gama Neves (DEM), Tiago Andrade (PTN) e Zé do Sertão (PDT). Da forma como a pesquisa foi elaborada, ficará fácil saber se houve interferência de grupos ligados ao poder para gerar um resultado de interesse de terceiros. Também será levada em conta a rejeição de cada candidato.

     Embora haja uma certa cautela de vários segmentos da oposição em não mais criar negociações paralelas para não forçar algum rompimento, o que se percebe é que as reuniões estão perdendo o interesse. Isto está fazendo com que alguns políticos parem de fazer teatro e caiam na realidade. Heliópolis precisa de renovação em todos os níveis e isto implica mudança de atitude. Há vários partidos que não aceitam negociatas e candidatos tirados do bolso do colete. Está claro que poderá sair um candidato de consenso com compromisso da coletividade ou duas chapas, ou até três. Coragem para isso não falta. É o que garante Gama Neves e Ana Dalva. “Já temos o mínimo que é a disposição para sair candidato. Queremos o máximo que é o consenso. Para isso precisamos ter mais um pouco de paciência.”, disse Gama Neves. Já Ana Dalva foi taxativa. “Estou disposta até a não ser candidata a nada. Se isso for bom para Heliópolis, eu faço. Agora, vamos esperar até dia 10 de Junho. Já chegamos até aqui, vamos esperar o povo dar sua opinião na pesquisa.”, finalizou.