Exclusivo!

Rede com nova direção na Bahia

Os novos dirigentes da Rede na Bahia (foto: Landisvalth Lima) O partido Rede Sustentabilidade elegeu neste domingo (10) a sua nova com...

Novidade

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Eleições 2012: Congresso Municipal do PPS abre o bom debate sobre Heliópolis


Ana Dalva abrindo o Congresso Municipal do PPS

     O Congresso Municipal do PPS – Partido Popular Socialista - de Heliópolis foi a primeira experiência partidária em debater os problemas do município e deixar de lado a velha política dos acordos e conchavos. Foi o dia que o debate tomou o espaço da política do toma-lá-da-cá, como afirmou no discurso de encerramento a vereadora Ana Dalva, presidenta da legenda no município. Quem testemunhou com paciência o que disse a vereadora foi o presidente estadual do PPS, Aderbal Xavier, o Poli, participante ativo do congresso. José Gama Neves colocou o DEM como outro protagonista do evento.
Presença de todas as classes
  O congresso começou com um pouco mais de uma hora de atraso e a vereadora Ana Dalva fez a abertura do evento deixando claro que foram convidados todos os partidos que estão insatisfeitos ou não fazem parte da administração atual do município de Heliópolis. O Democratas, que além de parceiro do PPS patrocinou também o evento, escalou os principais nomes das diretivas estadual e municipal: José Carlos Aleluia e José Gama Neves. O PR – Partido da República - mandou o seu Líder na Assembleia Legislativa e o seu presidente municipal: Deputado Sandro Régis e Raimundo Lima. O PTN – Partido Trabalhista Nacional – escalou o seu presidente municipal, o bacharel em Direito Tiago Andrade. O PMDB foi representado pelo ex-vereador Mundinho do Tijuco e por Romerito Castro. O PV – Partido Verde – foi representado pelo fotógrafo Pedro Oliveira, embora o presidente do partido não tenha comparecido para proferir a palestra relacionada aos problemas da educação em Heliópolis.
O público ouviu com atenção tudo
  Para completar o quadro dos presentes, o PP – Partido Popular – foi representado por Adilson Oliveira (manhã) e pela tarde pelo presidente Adelson Oliveira, filhos do ex-prefeito Aroaldo Barbosa. O PT – Partido dos Trabalhadores – mandou os seus membros distanciados do poder municipal: Antônio Jackson, Zélia Maranduba (ex-vereadora) e o seu presidente Aderaldo Nobre. Da nossa região vieram para o evento Roberto da Farmácia (PSC – Fátima), João Barros de Santana – Barrinho - (PTN), Valtinho (vereador de Itapicuru), Magalhães (ex-prefeito de Sítio do Quinto – PMDB), José Batista de Andrade (Vereador e presidente do DEM de Sítio do Quinto), Edson Enfermeiro (Vereador de Sítio do Quinto - DEM) e o pré-candidato a vereador pelo DEM de Sítio do Quinto, Anselmo. Além dos políticos e dos palestrantes, marcaram presença o radialista Joilson Costa, da Pombal FM (do programa Rádio Revista, das 5:00 às 9:00 da manhã) e Carlino Souza, dono do portal homônimo de Sítio do Quinto.
Barrinho
A ex-vereadora Zélia
Além do presidente do PV, professor José Milton Alves Silva, não compareceram e não mandaram justificativa até o fechamento desta postagem: os representantes do PSC de Heliópolis: Ivan Fonseca e Ildinho Fonseca, embora tivessem confirmado presença. Também não veio para o Congresso a presidenta do PDT – Partido Democrático Trabalhista – Joana Darte Emídio, filha do ex-prefeito Zé do Sertão, e a vereadora Josefa Naudija (Naudinha), presdenta do PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira, que é esposa também do ex-prefeito. A vereadora Ana Dalva foi enfática. “Todos foram convidados por escrito e a muitos ainda eu fiz convite de reforço por telefone. Fiz questão de fazer assim para não dizerem depois que nós não permitimos diálogo e também para dar uma mensagem clara aos que fazem política no velho sistema: todo diálogo tem que ter Heliópolis como centro das discussões! Não faço política de vinganças ou de negociatas! Aplaudo os que vieram. Provaram que estão com boa vontade para mudar alguma coisa!”, concluiu.
Zezinho falou sobre o legislativo municipal
Jorge Souza
Com o tema Qual o verdadeiro papel do Poder Legislativo numa sociedade democrática?, o vereador José Uilson Reis (Zezinho) – Presidente da Câmara Municipal de Fátima – Bahia, traçou um perfil das dificuldades vividas pelos edis no exercício do mandato: “Muitos dos nossos colegas deixam suas prerrogativas parlamentares de lado para garantir as benesses do poder. Isto compromete a fiscalização da contas públicas e a criação de Leis.”, disse.
Dra. Maria Andrade
Já a Dra. Maria Andrade, Procuradora do Núcleo de Direitos Humanos de Cícero Dantas, trabalhou o tema Por que é tão difícil a luta pelos direitos humanos em nossa região?, revelando a falta de apoio em todas as áreas e a descrença do público na luta pela busca dos dirietos: “As pessoas precisam denunciar aquilo que achar que está errado. Não se constrói uma sociedade democrática com omissão e covardia. Não podemos deixar de gritar quando soubermos que um Promotor ou um Juiz estão prevaricando. Isso não ajuda em nada!”, concluiu.
Gama Neves (DEM) falou sobre as eleições 2012
O presidente do DEM de Heliópolis, e pré-candidato a prefeito - José Gama Neves fez uma exposição sobre O papel das oposições em Heliópolis e as perspectivas para 2012. Gama fez um quadro detalhado sobre os partidos que formam a dita oposição. ”Os partidos de oposição que temos dialogado são PPS, PR, PTN, PV, PP, PMDB e PSC. Coloco uma interrogação na atuação do PT e do PRB, mas as perspectivas são boas porque Heliópolis tem tradição em eleger prefeitos da oposição.”, profetizou.
José Carlos Aleluia argumentado
O ex-deputado Líder da Minoria na Câmara dos Deputados em Brasilia, ex-candidato a senador e atual  Presidente do DEMOCRATAS da Bahia  -  José Carlos Aleluia  - deu uma aula de alto nível mostrando O município como base dos programas de desenvolvimento e como os futuros gestores devem se preparar para não caírem na armadilha da corrupção. Resumiu o problema da seca no nordeste na frase: “30% da seca é problema do fenômeno climático, 70% é problema da falta de gestão.” E citou inúmeros exemplos de países que vencem seus problemas climáticos com planejamento e boa gestão e que, infelizmente, muitos vícios e a tentação da corrupção acabam comprometendo o andamento da boa política.
Deputado Sandro Régis (PR) e Zezinho
O Deputado Sandro Régis – Líder do bloco PR/PSDB na AL-BA – agradeceu a oportunidade de estar em Heliópolis e condenou o oportunismo que ronda a política. “Fui eleito na oposição e estou na oposição, mas há deputados que são cooptados pelo sistema porque não conseguem ficar longe das facilidades proporcionadas pelo governo. Isto fere a democracia.” Revelou ainda o deputado outras dificuldades que pintam o papel de subserviência do Poder Legislativo no Brasil ao Poder Executivo.
Pérola Marinho, da AMO
Depois de uma leve pausa para o almoço, foi a vez de Pérola Marinho – representante da AMO – Associação dos Amigos da Oncologia, em Aracaju, no estado de Sergipe, tratar do tema Saúde Pública e Câncer: prevenir para não remediar. A voluntária deixou claro que “o tratamento do Câncer é de graça no Brasil e em todo o mundo. É um direito de todos nós. Não acreditem em prefeitos que dizem ser o tratamento caro. Não é! Há verbas destinadas à cura da doença.” revelou. Pérola ainda distribuiu panfletos, camisas promocionais e colocou a AMO a disposição das pessoas de quaisquer segmentos para o auxílio no tratamento da doença.
Raimundo Lima
 Com o tema Quais os caminhos para uma vitória das oposições em Heliópolis em 2012?, o presidente do PR de Heliópolis - Raimundo Lima – falou que o caminho é a união de todos aqueles que não concordam com o atual projeto no poder, mas que “nessa união não pode haver o sufocamento do poder público. O privado não pode prevalecer sobre o público. A boa política só se justifica com o público no centro e não na periferia!”, disse. Raimundo se mostrou preocupado com a forma que se faz financiamento de campanha no município, mostrando que os empresários entram com dinheiro e querem receber o dobro do que investiram.
Dra. Ivana Santana
A advogada Ivana Santana – Doutoranda em Ciências Jurídicas pela Universidade Autônoma de Lisboa - em Portugal, deixou muita gente, que ouvia o evento às escondidas, preocupada. É que o tema dela foi Corrupção: como combater esta patologia política? E mostrou que não estudou para ver o dinheiro público ir para o ralo da corrupção e não fazer nada. “Sou filiada ao PCdoB, fui assessora de deputados que não eram do meu partido e tudo isso nunca me impediu de lutar contra o errado. Se um prefeito do meu partido caminhar nas trilhas da corrupção, o problema é dele. Vai ter que responder na Justiça. A ética, a moral, o bom uso do dinheiro público, o interesse público estão acima dos partidos e das amizades.”Dra. Ivana mostrou o calhamaço de denúncias apresentadas contra o prefeito de Serrinha, Osni Cardoso (PT).  
Joilson Costa
Os depoimentos de Dra. Ivana despertaram interesse do radialista Joilson Costa, outro constante denunciador de casos de corrupção no seu blogue e na Rádio Pombal FM. Joilson aproveitou para dar seu depoimento pessoal: “Vi a vereadora Ana Dalva inúmeras vezes no Tribunal de Contas fiscalizando a administração municipal, fazendo o seu papel de vereadora. Se todos fizessem isso no país, o nível de corrupção seria bem menor.”, revelou.
Prof. Marcos José
Em seguida o professor Marcos José de Sousa – Mestre em Educação pela UFS – Universidade Federal de Sergipe – e professor da rede pública da Bahia em Fátima, tratou do tema A evolução da política passa pela melhoria da educação. Com uma argumentação segura, o professor mostrou as dificuldades que a educação enfrenta para se confirmar como alicerce da democracia e do progresso do Brasil. “Há muitos problemas, inclusive de atuação dos nossos colegas, mas há pontos positivos na escola pública. Em Fátima estamos com 3 repúblicas de estudantes em Aracaju e um estudante com trabalho científico na USP.”, disse. Marcos também deixou claro que a educação começa na família, mas a escola é um complemento indispensável.
Fernando Dantas
Representando Pedro Oliveira (PV), Beto Moura (DEM) e Fernando Dantas (PPS), Jorge Souza (PR), jornalista do IMPACTO, fez palestra com o tema As perspectivas para o futuro da juventude em Heliópolis. Depois de fazer um resumo do que disse os palestrantes, Jorge lamentou a ausência de uma maioria jovem na plateia. “Eu não entendo como muitos jovens perderam a oportunidade de estar aqui debatendo assuntos tão importantes para consolidação do futuro de todos nós.”, indagou.    
Em seguida o professor Landisvalth Lima fez a exposição detalhada das propostas do PPS para a administração 2013 a 2016. “Ana Dalva sendo a candidata, estas propostas virarão programa de governo. Em caso de apoio do PPS a outro candidato ou candidata é condição primordial do apoiado ou da apoiada abraçar estas propostas, com o viés da abertura para o debate e para o recebimento de sugestões.”, finalizou.
Adelson Barbosa
Aderaldo Nobre
Em seguida a palavra foi franqueada aos presentes. Antônio Jackson Maranduba disse que não estava ali como dissidente do PT, mas como um membro do partido e aproveitou para se colocar à disposição, insistindo na necessidade de manter o diálogo. O presidente do PT Aderaldo Nobre disse que o partido quer lutar para ter um candidato a prefeito e se mostrou aberto ao diálogo, deixando claramente transparecer oposição à atual gestão municipal. O ex-vereaor Josoaldo de Santana, de Cruz das Almas, elogiou o evento e propôs a criação de uma Universidade do Sertão na nossa região como uma proposta a ser abraçada por todos, para trazer desenvolvimento tecnológico e melhorar as condições de vida. Da plateia também veio o depoimento de José de Dadu, também petista. Ele pediu que todos pudesse sentar para unir a oposição e acabar com as coisas erradas do município. O presidente do PP, Adelson Barbosa disse que louvava o comportamento político de Ana Dalva e Landisvalth, embora considere o professor radical. “Sei que ele faz isso com bons propósitos. Se meu pai o tivesse ouvido outrora, não estaríamos na situação em que nos encontramos.
Poli, presidente do PPS-BA
Antônio Jackson
Em seguida falou o presidente estadual do PPS – Aderval Xavier – o Poli. Fez elogios ao congresso, exaltou a vereadora Ana Dalva, a Dra. Ivana Santana, a Dra. Maria Andrade, o José Carlos Aleluia e todos os demais participantes do evento. “É raro nesta Bahia enorme ver um congresso com tantos temas importantes e com um nível tão alto de palestrantes.”, disse. Em seguida, Poli deu mais algumas sugestões para inclusão no programa do partido e desejou que Ana Dalva fosse a escolhida como candidata das oposições, mas, se não fosse possível, que o PPS estavam dando uma contribuição significativa para o futuro do município de Heliópolis.
Um público de alto nível
O encerramento foi feito pela vereadora Ana Dalva. Ela agradeceu a todos os participantes do evento. “Fizemos nossa parte. Não estamos negociando na base do toma-lá-da-cá. Estamos debatendo Heliópolis e estamos abertos ao diálogo. O PPS tem um acordo com o DEM. Ou eu ou Gama Neves será candidato deste segmento. Estamos abertos ao diálogo, mas Heliópolis deve ser o centro. Minha luta como vereadora da oposição é uma luta quase só, mas espero que tenha valido a pena. Muito obrigada a todos!”, e encerrou. 
     Mais sobre o Congresso do PPS no portal do Joilson Costa e no portal do PPS-BA.