Exclusivo!

Rede com nova direção na Bahia

Os novos dirigentes da Rede na Bahia (foto: Landisvalth Lima) O partido Rede Sustentabilidade elegeu neste domingo (10) a sua nova com...

Novidade

terça-feira, 6 de março de 2012

Mulher confessa ter matado filha de vereador


Júlia Lima R. Souza, assassinada aos 8 anos.

          Por Pascoal Ferreira – do portal Irecê Repórter
Maria de Fátima, a assassina. (Foto: Jefferson Messias)
Populares incendiaram a casa de Maria de Fátima.
 (Foto: Jefferson Messias)
     Maria Fátima dos Santos confessou na noite desta segunda-feira (5) ter matado a garota Júlia Lima Rodrigues da Souza, de 8 anos, filha do vereador Getúlio Silva, da cidade de Lapão, segundo o site Irecê Repórter. O corpo da menina foi localizado em uma fossa de uma propriedade de Maria Fátima com sinais de enforcamento e um saco na cabeça. “Foi algo premeditado, ela tinha marcado para fazer um brigadeiro para a menina”, afirmou o delegado Ciro Palmeira. A garota era amiga de uma filha de Maria Fátima. “Até agora a gente ainda não sabe o que motivou esse crime. Muito querida, frequentava todas as casas...”, afirmou o delegado. Revoltados, populares incendiaram a casa onde Maria Fátima morava. O corpo da garota Júlia Lima Rodrigues, de 8 anos, foi encontrado em uma fossa de uma casa no povoado de Rodagem, no município de Lapão, na região de Irecê. A menina estava desaparecida desde a última sexta-feira (2), após sair da escola e ir à casa de uma colega. A informação foi anunciada oficialmente na tarde desta segunda-feira (5) pela Polícia de Irecê. Suspeita de cometer ou articular o crime, Maria de Fátima foi ouvida e detida na noite de ontem, em Irecê. Segundo a polícia, foi na casa dessa mulher que Júlia esteve pela última vez. Revoltados, populares incendiaram a casa da mulher. A polícia técnica está no local e, a partir de agora, vai intensificar as investigações. Júlia era filha do vereador Getúlio Silva e Souza e da professora Núvia Carlane Rodrigues de Lima Silva. Os pais da garota estão desesperados e a população comovida com o fato.    
     Com informações complementares do Bahia Notícias.