Exclusivo!

Poço Verde nega título a Lula. E daí?

A cegueira ideológica impede a transformação real da sociedade (foto: porvir.org.) Dizem que o Brasil está tão dividido que é preciso ...

Novidade

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

1159 municípios têm planos contra dengue e receberão mais dinheiro. Da nossa região só Tucano, Paulo Afonso, Serrinha e Lagarto


Planos garantem um adicional de 20% nos valores repassados aos municípios, totalizando R$ 92,8 milhões. Mais de 100 milhões de pessoas serão beneficiadas
O Ministério da Saúde aprovou os projetos de 1.159 cidades para ações contra a dengue. A medida permitirá que os municípios recebam 20% a mais do que os repasses regulares do Teto de Vigilância e Promoção à Saúde. Ao todo, serão R$ 92,8 milhões adicionais. Os planos incluem a qualificação das ações de prevenção e controle da doença. Mais de 100 milhões serão beneficiadas.
O número de municípios selecionados é 17% maior do que os 989 previstos em outubro, quando foi lançando o conjunto de ações estratégicas para enfrentamento da dengue neste verão. “Os municípios selecionados assinam um termo de adesão. É um comprometimento, junto com o ministério da Saúde, de ampliar as ações de combate ao mosquito transmissor, a vigilância dos casos e notificações. e organização da assistência aos pacientes”, disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
Até o final de novembro, foram notificados 742.364 casos suspeitos de dengue em todo o país. Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve uma redução de 25%. De janeiro a novembro de 2010, foram registrados 985.720 casos suspeitos da doença. As regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste também registraram diminuição nos casos de dengue: A maior redução - de 77% - foi registrada na Região Centro-Oeste. Foram 211.695 casos, em 2010, contra 48.524, em 2011.
A Dengue possui quatro sorotipos de vírus (DENV 1, DENV 2, DENV 3 E DENV 4). As atividades de vigilância virológica em 2011, destacam o predomínio da circulação do sorotipo DENV 1 no país. Foram constatadas, porém, uma circulação importante dos tipos DENV 2 e DENV 4. Esse cenário, associado às condições ambientais, que permitem a manutenção do mosquito Aedes aegypti, alerta para a possibilidade de persistência da transmissão em níveis elevados do vírus no verão de 2012.
Os valores obedecem ao que foi estabelecido pela Portaria nº 2.557/2011, que aprova as diretrizes para execução e financiamento destas ações. A portaria se junta a outras nove publicadas em dezembro: 2.929, 2.987 publicadas nos dia 12 e 15 respectivamente; 3.019 e 3.022, publicadas no dia 22 de dezembro e as portarias 3.207, 3.210, 3.211 e 3.212 publicadas na última sexta-feira (30).
Esses recursos correspondem a um acréscimo de 20% do Piso Fixo de Vigilância e Promoção à Saúde que já é repassado rotineiramente para os municípios. Os recursos serão transferidos do Fundo Nacional de Saúde para os Fundos do Distrito Federal e Municipais de Saúde. Veja os municípios contemplados da Bahia e Sergipe:
BA Alagoinhas 92.057,08
BA Angical         10.147,59
BA Barreiras 92.071,78
BA Bom Jesus da Lapa 44.216,26
BA Brumado 43.180,86
BA Cafarnaum         12.233,75
BA Camaçari 185.300,82
BA Campo Formoso 45.491,47
BA Candeal 6.045,40
BA Candeias 64.542,21
BA Casa Nova 44.567,62
BA Castro Alves         16.685,30
BA Conceição do Coité 42.012,52
BA Correntina         22.030,64
BA Cruz das Almas 38.141,46
BA Dias d'Ávila 45.589,32
BA Eunápolis 66.501,40
BA Feira de Santana 395.260,28
BA Gandu         21.255,09
BA Guanambi 53.363,85
BA Ibirataia         16.395,39
BA Ilhéus 146.469,69
BA Ipirá 41.547,60
BA Ipupiara 6.229,10
BA Irará         17.241,75
BA Irecê 44.128,75
BA Itabela         17.838,27
BA Itaberaba 41.075,32
BA Itabuna 142.722,21
BA Itaeté 9.795,55
BA Itagimirim           4.754,82
BA Itaguaçu da Bahia           8.863,69
BA Itamaraju 45.292,40
BA Itaparica 16.428,84
BA Itapebi           8.018,00
BA Itapetinga 44.532,22
BA Itiruçu         11.240,44
BA Jacobina 52.780,68
BA Jequié 100.561,39
BA Jitaúna         10.931,82
BA Juazeiro 162.922,53
BA Lagoa Real           9.692,68
BA Lauro de Freitas 123.979,44
BA Macajuba           7.693,36
BA Madre de Deus 13.258,57
BA Marcionílio Souza           7.388,75
BA Monte Santo 35.690,57
BA Mucuri         23.714,67
BA Muritiba         18.540,34
BA Nordestina           8.463,56
BA Nova Fátima 5.319,95
BA Paulo Afonso 71.277,60
BA Pintadas           7.222,42
BA Planaltino           5.931,84
BA Porto Seguro 82.094,53
BA Presidente Dutra 9.556,41
BA Salvador 2.368.464,24
BA Santa Cruz Cabrália         17.535,00
BA Santo Amaro 39.002,52
BA Santo Antônio de Jesus 59.297,02
BA São Sebastião do Passé 27.894,34
BA Seabra 28.172,90
BA Sebastião Laranjeiras 7.629,23
BA Senhor do Bonfim 50.843,48
BA Serrinha 49.337,81
BA Serrolândia 8.460,22
BA Simões Filho 92.162,98
BA Souto Soares         12.963,88
BA Teixeira de Freitas 83.787,24
BA Terra Nova           8.405,44
BA Tucano         33.284,44
BA Uibaí 9.487,60
BA Valente 14.893,06
BA Vera Cruz 29.655,81
BA Vitória da Conquista 213.025,87
SE Aquidabã 15.657,07
SE Aracaju 373.954,15
SE Barra dos Coqueiros 15.779,38
SE Divina Pastora 2.680,30
SE Estância 46.812,77
SE Itabaiana 66.277,73
SE Itaporanga d'Ajuda 22.304,93
SE Lagarto 70.756,30
SE Laranjeiras 20.712,82
SE Maruim 11.144,38
SE Nossa Senhora do Socorro 130.570,27
SE Propriá 20.165,28 
Informações do Portal da Saúde do Ministério da Saúde.