Exclusivo!

Lula aposta no convencimento da mentira

Novidade

sábado, 24 de setembro de 2011

As peripécias do Bibi de Anagé continuam


O prefeito Elbisson Soares (PTB), conhecido como Bibi (foto), do município de Anagé, centro-sul do estado, conseguiu uma liminar do juiz titular da Comarca de Anagé, Ricardo Frederico Campos, para que retorne ao cargo. O prefeito havia sido afastado da prefeitura no dia 24 de agosto pela Câmara de Vereadores com um placar de oito votos à zero em uma votação que aconteceu na manhã do dia 23 do mês passado na Câmara Municipal. O prefeito foi afastado do cargo pelo período de noventa dias. A cassação veio após apurações de denuncias resultantes de uma auditoria da Controladoria Geral da União (CGU), que apontou uma série de irregularidades, e os constantes atrasos dos salários dos servidores municipais são as principais causas desse processo. Logo após seu afastamento, os salários dos quatro meses atrasados foram pagos ao funcionalismo. Bibi deve assumir o cargo na próxima segunda-feira (26).  O alcaide, inclusive, já teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em 2003 e, atualmente, responde a processos por compra de votos nas eleições de 1996, 2000 e 2008. Todos são unânimes em afirmar que o caso do prefeito de Anagé serve de estímulo para que outros administradores sintam-se estimulados a continuar desviando recursos públicos para fins menos nobres. Há três pedras nos caminhos dos políticos corruptos: a Justiça, a Câmara de Vereadores e o povo. Elbisson parece ter contra ele apenas a Câmara Municipal.
 Informações e foto do Blog do Anderson de Vitória da Conquista.