Exclusivo!

Poço Verde nega título a Lula. E daí?

A cegueira ideológica impede a transformação real da sociedade (foto: porvir.org.) Dizem que o Brasil está tão dividido que é preciso ...

Novidade

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Transportes: Empresas fantasmas lucram 31 milhões


Diretores do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e da Valec Engenharia e Construções, empresas ligadas ao Ministério dos Transportes, são acusados de montar um esquema de desvio de verbas públicas por meio de empresas fantasmas. Segundo matéria do jornal O Estado de S. Paulo desta segunda-feira (18), duas empresas de fachada usam documentos falsos em contratos que somam R$ 31 milhões, R$ 13 milhões destes sem licitação. As companhias Alvorada e a Tech Mix foram contratadas para fornecer funcionários em áreas estratégicas, como execuções do PAC, em obras que estão sob suspeição. A Alvorada Comercial e Serviços mudou seu ramo de atividade em 25 de novembro de 2010, um dia antes da liberação de R$ 5,8 milhões pelo hoje presidente interino da Valec, Antonio Felipe Sanchez Costa. A empresa era registrada para atuar no ramo de embalagens, mas nunca tinha saído do papel. Apesar de não ter nenhuma experiência na terceirização de mão de obra, ganhou dois contratos: esse de R$ 5,8 milhões e outro, no mês passado, de R$ 7,4 milhões, ambos sem licitação. A Tech Mix Serviços foi contratada pelo Dnit por R$ 18,9 milhões anuais, após a desclassificação de oito concorrentes que apresentaram preço inferior.
Com a colaboração do Bahia Notícias.