Exclusivo!

Juiz recebe 500 mil de salário. Direito ou privilégio?

Mirko Vincenzo Giannotte recebeu 503 mil em salários. Direito ou privilégio? A pressa em divulgar uma notícia pode levar um jornalista ...

Novidade

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Pais vendem filhos para gastar no videogame

Um casal chinês vendeu seus três filhos para gastar em jogos de videogame, de acordo com o jornal chinês Sanxiang City News. Li Lin e Li Juan se conheceram em um cibercafé, em 2007, e se uniram pela obsessão pelos jogos virtuais. Um ano depois, tiveram o primeiro filho e, em 2009, veio o segundo, uma menina. Foi ela a primeira a ser comercializada pelo casal, por míseros 500 dólares. O casal estava sem dinheiro para jogar, e decidiu levantar dinheiro com a venda da criança. Pouco tempo depois, voltaram a ficar na pindaíba e tiveram a ideia de colocar o primogênito na vitrine. A grana dessa vez foi mais generosa: US$ 4,6 mil (dez vezes mais que a menina). A terceira criança, quase recém-nascida, saiu pela mesma bagatela. A brincadeira de criança, ou melhor, com criança, só acabou quando a mãe do pai dos bebês denunciou o casal. Os pais não se disseram arrependidos. Apenas afirmaram: “Não queríamos educá-los, só vendê-los por algum dinheiro.”
Informações do Bahia Notícias.