Novidade

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Ministro de Dilma diz pretender tolerar idiotas

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, em discurso nesta quinta-feira (30), em homenagem ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), demonstrou sinais de insatisfação com a sua situação no governo Dilma Rousseff. Logo no início, Jobim afirmou que faria “um monólogo dedicado a FHC”, a quem elogiou pelo estilo conciliador e por ter construído, segundo o ministro, “um processo político de tolerância, compreensão e criação”. Em seguida, citou o escritor Nelson Rodrigues para insinuar que atualmente precisa lidar com “idiotas” no governo. “Ele dizia que, no seu tempo, os idiotas chegavam devagar e ficavam quietos. O que se percebe hoje, Fernando, é que os idiotas perderam a modéstia. E nós temos de ter tolerância e compreensão também com os idiotas, que são exatamente aqueles que escrevem para o esquecimento”, discursou.  As declarações provocaram mal estar entre os governistas que estavam na plateia. Questionado sobre a fala, FHC sorriu antes de afirmar "é, aquilo foi forte".  O ministro da Defesa estaria insatisfeito com o corte do orçamento de sua pasta e com o fato de não ser convocado pela presidente para opinar sobre assuntos de política e direito.
Informações do jornal Folha de São Paulo e Bahia Notícias.