Exclusivo!

TCE fará evento no CEJDS

TCE quer alunos praticando cidadania (foto: divulgação)      O Tribunal de Contas do Estado da Bahia – TCE – está desenvolvendo o pr...

Novidade

sábado, 2 de julho de 2011

Denúncias de VEJA geram demissões no governo Dilma

As denúncias de superfaturamento em obras públicas, divulgadas na revista Veja desta semana, geraram o afastamento da cúpula do Ministério dos Transportes. O titular da pasta federal, Alfredo Nascimento (foto), em nota, comunicou a saída temporária dos servidores Mauro Barbosa da Silva, seu chefe de gabinete; Luís Tito Bonvini, assessor do ministro; Luís Antônio Pagot, diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit); e José Francisco das Neves, diretor-presidente da Valec. Nascimento nega ter sido “conivente” com os supostos desvios, como apontado pela reportagem. Na matéria, é citado um esquema de superfaturamento e recebimento de propina de empreiteiras, liderado por representantes do PR – partido do ministro –, funcionários da pasta e de órgãos vinculados. Segundo a Veja, o orçamento dos Transportes passou de R$ 11,9 bilhões, em março de 2010, para R$ 16,4 bilhões em junho deste ano, o que teria sido considerado “abusivo” pela própria presidente Dilma Rousseff, durante reunião com o ministro na semana passada. Alfredo Nascimento determinou a instauração de sindicância interna, a partir desta segunda-feira (4), para apurar as supostas irregularidades e pediu apoio à Controladoria-Geral da União (CGU) nas investigações.
Informações da revista VEJA e do Bahia Notícias. Foto: Agência Brasil.