Exclusivo!

A corrupção bolivariana do PT

Gleisi Hoffmann aposta no Brasil como uma Venezuela (foto:Wenderson Araújo)       A senadora Gleisi Hoffmann não é apenas a representa...

Novidade

sábado, 25 de junho de 2011

Marina vai deixar o PV


Reportagem da revista Época afirma que a ex-senadora e ex-ministra Marina Silva, que na última eleição presidencial conquistou 19,5 milhões de votos, com pouco dinheiro e pouco tempo de TV, deixará o Partido Verde na próxima semana. Ainda segundo a revista, as brigas entre Marina o atual presidente da legenda, José Luiz Penna, começaram na campanha eleitoral e não pararam mais. A matéria enfatiza pontos de desentendimentos no período eleitoral, desde arrecadação até a entrada de lideranças evangélicas na jogada. “Um dos dirigentes do PV conta como anedota o dia em que Marina mandou devolver uma mala de dinheiro ‘não contabilizado’, em linguajar delubiano, ao empresário paulista que o havia enviado”, diz a Época. Outro problema foi de ordem política. Apesar de ter rompido com o PT, Marina mantém uma relação ambígua com o ex-presidente Lula. Suas recusas em criticar Lula publicamente durante a campanha provocaram estremecimentos entre a candidata e Guilherme Leal, dono da Natura, candidato a vice-presidente e principal arrecadador da campanha. Os impasses resultaram no fim da relação entre os verdes e a Silva. “Não houve nenhuma sinalização do PV de que os compromissos com ela serão cumpridos, então não há condições de que ela permaneça filiada”, afirma João Paulo Capobianco, coordenador da campanha de Marina. Ele a acompanhará na desfiliação nesta semana, ao lado de outras lideranças do partido. Mas o sonho de ser presidente não morreu. Marina pretende criar um partido para se candidatar novamente, em 2014.
Informações: BAHIA NOTÍCIAS.