Exclusivo!

TCE fará evento no CEJDS

TCE quer alunos praticando cidadania (foto: divulgação)      O Tribunal de Contas do Estado da Bahia – TCE – está desenvolvendo o pr...

Novidade

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Ana Dalva venceu pesquisa do Instituto Tiradentes

A vereadora Ana Dalva Batista Reis, do PPS de Heliópolis, Líder da Bancada da Minoria no Legislativo Municipal, foi agraciada com A MEDALHA IMPERADOR D. PEDRO II – COLAR DE OURO – por ter sido a vereadora melhor avaliada em pesquisa de opinião realizada pelo INTITUTO TIRADENTES, sediado na cidade de Viçosa – Minas Gerais. A pesquisa foi realizada com metodologia científica e por meio de processo seguro e indevassável durante todo o ano de 2010, encerrada no dia 10 de Janeiro deste ano, no sítio do da instituição.
Ao todo foram apurados 189 votos. Desse total, Ana Dalva obteve 89 votos, ou cerca de 48% da preferência dos internautas. A segunda colocada, que também recebera a mesma comenda com COLAR DE PRATA, foi a vereadora Josefa Naudija (Naudinha), do PSDB, que obteve 25 votos, pouco mais de 13%. Na terceira posição, com 22 votos, ficou o vereador José Dantas de Santana (Gaminha), do PTB, com quase 12% das preferências e receberá a medalha com o COLAR DE BRONZE. Todos os outros vereadores obtiveram, juntos, 27% do restante dos votantes, mas o Instituto Tiradentes não divulgou nomes.
Apesar de feliz com mais esse prêmio de reconhecimento, Ana Dalva está revoltada porque só descobriu a correspondência do Instituto Tiradentes porque foi vasculhar as gavetas e localizou a carta assinada pelo Ângelo Chequer, diretor da instituição, datada de 15 de Janeiro deste ano. “A desorganização da casa é tão grande que as correspondências não são entregues aos vereadores. Nem mesmo o vereador Gaminha, da base do prefeito, sabia do evento. Eu teria que confirmar presença até dia 17 de Fevereiro.”, lamentou.
A medalha será entregue dia 26 de Fevereiro próximo, no auditório do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – CREA-BA – no Engenho Velho de Brotas, em Salvador, culminando com o encerramento do XXXIX SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PREFEITOS, VEREADORES, SECRETÁRIOS E ASSESSORES. Ana Dalva vai entrar em contato com o Instituto Tiradentes para ver se ainda poderá participar do evento. “Este é o meu segundo título que recebo. É o reconhecimento pelo meu trabalho. Espero que o instituto abra um precedente e me permita participar da honraria. No meio de tanta coisa ruim que acontece na política de Heliópolis, um prêmio deste funciona como estímulo para continuar a luta. Mais uma vez, de qualquer forma, estou muito grata aos que lembraram o meu nome.” Finalizou.
Trabalhos legislativos iniciados
O início dos trabalhos na Câmara de Vereadores de Heliópolis começou em banho Maria. Nem mesmo o prefeito apareceu por lá, muito menos mandou representante. A vereadora Ana Dalva aguardava o pronunciamento do alcaide para proferir discurso, mas nada aconteceu. A sessão só durou 10 minutos. É um marasmo só. Dá a impressão que é um poder absolutamente desnecessário ou unicamente a serviço do Executivo. A casa do povo tinha apenas cerca de 5 pessoas na platéia.